Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Gel contra transmissão da AIDS



Um novo gel microbicida apresentado nesta quarta-feira em Madri pode prevenir a transmissão do vírus da aids, o HIV, durante as relações sexuais em um período de 18 a 24 horas, afirmaram os pesquisadores espanhóis responsáveis.
A chefe de seção do laboratório de Inmunobiologia Molecular do Hospital Gregorio Marañón, Ángeles Muñoz, apresentou o gel, de uso tópico e que está em fase pré-clínica com uma eficácia de 85% demonstrada em experimentos com ratos.
Ao lado a Muñoz estava na entrevista coletiva o professor titular do departamento de Química Inorgânica da Universidade de Alcalá, Javier da Mata, que disse que se espera uma eficácia de 100% do gel se se combina o gel com outros dois remédios antirretrovirais.
O gel, que não é tóxico, teria uma eficácia de proteção diante do HIV de entre 18 e 24 horas, e durante esse tempo se poderia manter relações sexuais sem contágio. O ideal seria aplicá-lo cerca de 8 horas antes da relação sexual prevista, segundo os especialistas.
O composto se baseia no dendrímero 2sg-s16, um tipo de partícula microscópica que bloqueia a infecção de células epiteliais e do sistema imune contra o HIV, e não é espermicida, por isso existe a possibilidade, advertem os pesquisadores, de haver gravidezes.
A doutora Muñoz explicou que o experimento foi realizado em nove ratos do tipo BLT, que receberam através de cirurgia células humanas de medula, fígado e a glândula timo.
Em três ratos foi usado um placebo e nos outros seis foi aplicado o gel microbicida em suas células vaginais para, em seguida, introduzir o vírus HIV.
Como resultado, cinco dos ratos tratados com o gel não foram contagiados, enquanto um sexto morreu, o que representa eficácia de 85%.
Também se estudará o efeito do gel nas células retais dos ratos, já que até agora a substância só foi aplicada em células vaginais.
O gel é o primeiro do mundo contra o Vírus de Imunodeficiência Humana (HIV) que utiliza dendrímeros carbosilanos, e, além disso, se demonstrou que também inibe a infecção pelo Herpes de tipo 2, um tipo de herpes que têm três vezes mais possibilidades de contágio que o HIV.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//