Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 6 de agosto de 2011

Como funciona o Bluetooth

A maioria dos aparelhos eletrônicos que você tem na sua casa que funcionam por meio de ondas de rádio utilizam a mesma banda 2.4 Ghz: babá eletrônica, controle de alarme de carro, telefones, roteador Wi-Fi, micro-ondas e, logicamente, o sinal do Bluetooth. Mas para impedir que haja interferência com os outros aparelhos, o Bluetooth utiliza duas técnicas: uma delas é usar ondas de baixa frequência, que limitam o alcance do sinal
A segunda é dividir a banda em 79 canais com 1MHZ cada, que se alternam até 1600 vezes por segundo. Assim, o aparelho consegue detectar automaticamente quando algum canal está em uso e evitá-los para fazer a transmissão dos dados. E no caso de acontecer uma interferência, ela só durará alguns milésimos de segundo.
A grande vantagem do Bluetooth sobre outros dispositivos sem fio é sua facilidade de conexão. Como a palavra de ordem é integração, o Bluetooth é o único que consegue se conectar com até oito aparelhos ao mesmo tempo (um dispositivo master e sete slaves). Além disso, diferente do infravermelho e do NFC (Near Field Communication), os Bluetooth não precisam estar fisicamente próximos ou alinhados para funcionar.

Ligar, emparelhar, compartilhar
Como sua comunicação é por ondas de rádio, basta eles estarem dentro do limite de alcance para que o emparelhamento aconteça, independente de haver obstáculos pelo caminho. Assim, por exemplo, uma pessoa com um celular na sala pode facilmente transmitir um arquivo para alguém que está usando o computador no quarto. Além disso, o Bluetooth não requer configuração para funcionar, diferente das redes locais em Wi-Fi (WLAN). Basta ligar, emparelhar e compartilhar.
O Bluetooth só chegou a este nível após um longo período de evolução. A primeira versão do Bluetooth, como qualquer tecnologia que ainda está engatinhando, apresentava diversas falhas que impediram seu uso pelo público em geral. A coisa melhorou a partir da versão 1.1, lançada em fevereiro de 2001, quando o Bluetooth passou a usar o padrão de conexão IEEE 802.15, normalmente utilizado para redes pessoais (PAN), e o suporte para conexões não encriptadas. A versão seguinte foi a 1.2, lançada em novembro de 2003, que tinha um novo sistema de proteção contra interferência, maior velocidade de transmissão e melhor processamento de voz.
No ano seguinte, surgiu a versão 2.0+EDR, que trouxe mais velocidade e mais economia de energia. A versão seguinte foi a 2.1+EDR, lançada em julho de 2007, que melhorou o emparelhamento dos dispositivos e aumentou a segurança dos dados. A penúltima versão lançada foi a 3.0+HS, em abril de 2009, que aumentou exponencialmente a velocidade para até 24 Mbps e tornou mais ágil o controle do gasto de energia. É importante frisar que todas as versões conseguem conversar entre si, embora a velocidade seja sempre limitada à versão mais antiga.








Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//