Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

segunda-feira, 27 de julho de 2015

EMPREGO EM BAIXA

       A deterioração do mercado de trabalho e a desaceleração da economia têm levado muitos brasileiros a buscarem na informalidade uma alternativa para pagar as contas.
O emprego formal, com carteira assinada, começou a cair pela primeira vez em 12 anos no país. De acordo com uma pesquisa do IBGE, a Pnad contínua, houve uma queda de 1,9% no trimestre encerrado em maio em comparação com o mesmo período do ano passado, o que significa 708 mil vagas formais perdidas.
            O professor de Economia da USP e pesquisador Helio Zylberstajn diz que, “no geral, o trabalhador por conta própria é informal. Sem trabalho disponível, as pessoas estão recorrendo ao empreendedorismo forçado. Ou seja, estão montando ‘bibocas’, vendendo coisas na rua. É uma questão de sobrevivência”.
Para quitar as contas no fim do mês, as pessoas estão recorrendo cada vez mais à informalidade. Os nomes são diversos: bico, quebra-galho, serviço temporário, avulso, gato, freelancer, entre outros.
Ainda de acordo com o IBGE, o Brasil tem atualmente cerca de 8 milhões de desempregados. A Pesquisa Mensal do Emprego mostra que o efetivo de desocupados aumentou 44,9% em junho em relação ao mesmo mês do ano passado. Trata-se da maior taxa verificada na série histórica iniciada em 2001. Já o contingente de empregados diminuiu 1,3%, com 298 mil vagas a menos no mesmo período.
Fonte-opiniao


Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//