Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

COLUNA VERTEBRAL E ALGUMAS DE SUAS AFECÇÕES


    A coluna vertebral, também conhecida como coluna espinhal, é uma estrutura formada por 33 vértebras que estão articuladas entre si, e entre cada um delas há um espaço intervertebral preenchido por um núcleo gelatinoso denominado de disco intervertebral. Apresenta quatro curvaturas, duas lordoses (concavidade virada para trás) chamadas de secundárias,  pois são formadas conforme se assume a postura ereta; e duas cifoses (concavidade virada para frente) denominadas de primárias uma vez que são desenvolvidas durante o período embrionário. Dividi-se em quatro partes que são denominadas da seguinte forma: coluna cervical (altura do pescoço), coluna torácica (altura do tórax), coluna lombar (altura da cintura) e coluna sacrococcígea ou sacral (altura das nádegas).
As principais funções coluna vertebral são:
  • Sustentação e movimentação do corpo axial;
  • Proteção da medula espinhal e dos nervos aferentes (levam os estímulos das diversas partes do corpo para o cérebro) e eferentes (trazem a resposta do cérebro para diversas partes do corpo);
  • Absorção de impactos;
  • Flexibilidade e elasticidade do corpo.
    Os discos intervertebrais são constituídos de uma substância gelatinosa que está envolvida por um material fibroso. Essa estrutura possui basicamente duas funções: amortecedora de impacto e facilitadora de mobilidade da coluna que nos proporciona os movimentos para locomover, correr, saltar, girar o tronco e a cabeça. Cada disco é formado por um núcleo pulposo  interno que possui grande concentração de água e uma cápsula externa fibrosa.
    As principais afecções que acometem a coluna vertebral podem ocorrer por problemas nos ossos ou em qualquer uma outra estrutura que proporcionam funcionalidade à coluna. Descreveremos as mais comuns.
  • Hérnias de disco;
  • Alterações nas curvaturas naturais;
  • Degeneração dos discos, ligamentos e vértebras.
1. Hérnias de disco
    Caracterizada pelo deslocamento da substância gelatinosa, em decorrência do enfraquecimento do ânulo fibroso,  pode comprimir estruturas nervosas (raízes nervosas)  encontradas no interior das vértebras. O quadro clínico é variável, depende da localização da hérnia. Os sintomas estão diretamente relacionados com a raiz nervosa afetada, ocasionando dor, diminuição da força, alteração de sensibilidade e limitação do movimento. É mais comum na idade adulta.
Causas: degeneração ou desgaste do disco (mais frequente em pessoas mais idosas); má postura; estresse mecânico (esforço intenso e repentino); pegar e/ou carregar peso em excesso e de maneira inadequada; obesidade.

2. Alterações nas curvaturas naturais
    Lordose caracteriza-se pelo aumento anormal da curvatura lombar normal (hiperlordose). Os principais fatores de riscos são: músculos abdominais fracos e abdome protuberante.
    Cifose é o aumento anormal da concavidade posterior da coluna vertebral, as causas mais frequentes são a má postura e o condicionamento físico insuficiente.
    Escoliose é a curvatura lateral da coluna vertebral, podendo ser estrutural ou não, sua progressão depende da idade de início e do tamanho do ângulo de curvatura durante o período de crescimento na adolescência. Período  o qual a progressão do aumento da curvatura ocorre em uma velocidade maior.

3. Degeneração dos discos, ligamentos e vértebras
    A degeneração das estruturas da coluna vertebral, geralmente, ocorre devido ao desgaste natural em decorrência do envelhecimento. Esse processo causa diminuição e/ou perda de flexibilidade de algumas partes da coluna, tais como ossos, discos intervertebrais, ligamentos e músculos, expondo essas estruturas suscetíveis a lesões.
DICAS DE SAÚDE:
    Devemos adotar algumas medidas para evitar comprometimentos em nossos ossos e articulações, por exemplo:
  1. Mantenha sempre uma postura correta – ao andar, sentar-se ou ficar de pé. Ao sentar, mantenha toda a extensão das costas apoiada na cadeira ou no sofá.
  2. Evite carregar muito peso ou transportar objetos pesados apenas de uma lado do corpo. Isso vale para quando estiver levando, por exemplo, uma mochila cheia de cadernos e livros.
  3. Alimente-se corretamente, procurando manter seu peso dentro dos limites adequados; o excesso de peso pode acarretar vários problemas, como sobrecarga na coluna vertebral.
  4. Cuidado com pancadas, quedas ou movimentos bruscos: você pode fraturar os ossos ou sofrer deslocamentos nas articulações.
  5. Pratique exercícios físicos regularmente, sempre com a orientação de especialistas.
Por -  Jô Xavier

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//