Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 19 de março de 2011

Conheça o carro superblindado de Obama



Para o homem mais poderoso do mundo, provavelmente o carro de “passeio” mais seguro existente. O Cadillac One, limousine superblindada usada pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é uma espécie de tanque sobre rodas, com blindagem resistente a explosões e a projéteis de grosso calibre, como disparos de bazuca. Tem ainda equipamentos de comunicação e prevenção de emergência de última tecnologia. Pela equipe de segurança, o carro é chamado de “A Fera”. 

O Cadillac One blindado é uma tradição dos presidentes americanos, mas recebeu sua versão mais moderna em 2009, quando Barack Obama assumiu o governo. Com 1,85 metro de altura, 4,5 toneladas de peso e 5,40 metros de extensão – é uma versão estendida do Cadillac DTS –, o veículo foi montado especialmente sobre um chassi de um caminhão médio. Um potente motor V8 a diesel, que lhe permite chegar a 96 km/h, faz o carro andar.

Tudo foi concebido tendo a segurança como prioridade. A blindagem de 12cm é feita de um composto de aço, titânio, fibra de carbono e cerâmica. Parte mais sensível do automóvel, as portas têm blindagem especial, de cerca de 20 cm de largura e pesam como a porta de um avião Boeing 757.















Também contam com um mecanismo de trancamento semelhante ao do cofre de um banco, que faz da cabine traseira uma cápsula totalmente isolada do mundo exterior – silenciosa e definida como “casulo”, por um ex-motorista. Os vidros não baixam – só a porta do motorista baixa os vidros, por cerca de dez centímetros, para se comunicar com outro agente ou no caso de alguma emergência. Toda vez que o carro se movimenta em baixa velocidade, é acompanhado a pé, ao redor, por quatro a seis agentes.
Os motoristas do Cadillac One são intensamente treinados pela CIA (Agência Central de Inteligência, dos EUA) para saber como reagir ao volante a variadas situações de emergência e risco ao presidente. Eles contam sistema de GPS e uma central de comunicações. O carro é equipado com câmeras de visão noturna, armas longas e lançadores de granadas de gás lacrimogêneo.


   O assoalho da “Fera” também é reforçado, com uma chapa de 13 cm, resistente a explosões embaixo do carro. O tanque de combustível é preenchido com uma espuma especial que evita explosão mesmo em caso de impacto direto. O porta-malas tem tanques de oxigênio e equipamento de combate a incêndio. Os pneus são reforçados com kevlar e revestidos com aço, o que lhes permite rodar ainda que estejam muito danificados.

A escolta acompanha o presidente em ao menos seis Chevrolet Suburban pretos, que circulam com os vidros do porta-malas abertos, equipes de atiradores a postos, portando fuzis e óculos de visão noturna. Esses carros têm teto retrátil, para permitir o eventual uso de metralhadoras de grosso calibre, que sobem em uma plataforma, como se fossem carros de combate.

Separada da parte da frente por um vidro, que só pode ser abaixado pelo presidente, na cabine de Obama há lugar para quatro pessoas. O ar interno do Cadillac One é filtrado, para evitar que o presidente respire ar contaminado por eventual ataque de armas químicas ou biológicas. Obama tem um botão de pânico, que pode ser acionado no caso de emergência, e bolsas do próprio sangue para a necessidade de transfusão urgente – uma ambulância completa integra sempre o comboio.

A segurança do presidente não é apenas física, mas também de informações. Antes de serem levados para o Serviço Secreto, os modelos de carro blindado de Obama foram completamente desmontados e escaneados para identificação de equipamentos de escuta. Desde então, a custódia do carro fica sempre sob responsabilidade dos agentes especiais.

Na cabine de Obama, conforto e equipamento de comunicação de altíssimo nível. A ideia é que o carro seja uma extensão do Salão Oval da Casa Branca. O presidente americano conta com uma mesa com computador, telefone por satélite, contato direto com o vice-presidente e com o Pentágono.

Nas viagens ao exterior, sempre há ao menos duas limousines blindadas (uma reserva), e uma equipe de mecânicos especializados faz parte da comitiva.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//