Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

FELIZ 2016


     Mais uma etapa concluída, mais um ano que passou. Que você tenha conseguido aproveitar tudo de bom que Deus te ofereceu.
Desejo na paz de Deus que você possa sempre encontrar o teu caminho e que este caminho seja trilhado com muita fé, para que cada vez mais você possa acreditar nesse sentimento capaz de transpor obstáculos e ser feliz.
Coragem para assumir e enfrentar as dificuldades, perseverança para que jamais desista ou desanime dos teus sonhos, esperança para que a cada novo dia possa haver novos horizontes.
Que as mãos de Deus guiem tua vida com muita paz, harmonia, saúde e alegria. Que a graça de Deus habite em teu coração e que o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja sempre presente em tua vida. Que as bênçãos de Deus caiam sobre nós e todos os nossos familiares.
É tudo que te desejo neste ano que está começando.
 Feliz Ano Novo! Feliz 2016!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

WhatsApp poderá incluir chamadas de Vídeo

          
         Há rumores de que a próxima atualização do WhatsApp irá suportar chamadas em vídeo.  A notícia foi divulgada inicialmente pelo periódico alemão Macerkopf e ganhou as páginas da internet em todo o mundo, haja vista a grande popularidade do aplicativo. Além disso, especula-se que o novo recurso seria disponibilizado primeiro para a versão destinada ao iOS, sendo que posteriormente o recurso já chegaria aos aparelhos com Android.
Além disso, outros detalhes em relação ao novo recurso que o WhatsApp pode lançar em breve também foram divulgados. Um dos detalhes é que a visualização da imagem do usuário que realizada a chamada seria feita por meio de uma ferramenta localizada na parte superior do aplicativo. Algo bastante interessante é que a nova opção de interatividade do WhatsApp permitiria com que o usuário pudesse alternar entre as câmeras dianteira e traseira durante a chamada em vídeo.
Outro detalhe bastante interessante é que a nova atualização que deve vir acompanhada de chamadas em vídeo para os dispositivos com iOS seria a 2.12.16.2, sendo que a versão atual é a 2.12.12. Dessa forma, essa é mais uma pista de que a próxima versão deve mesmo trazer o novo recurso.
Além do suporte para chamadas em vídeo, a nova atualização do WhatsApp também deve contar com suporte a abas múltiplas durante as conversas, dessa forma será ainda mais fácil manter conversas paralelas entre os usuários.
A outra grande mudança que acompanhará a nova atualização deve ser uma reformulação do visual do aplicativo, sendo que o mesmo ainda deve contar com o foco sobre a tradicional cor verde.
Não é possível estimar uma data para o lançamento de tal atualização, nem mesmo é possível afirmar se a mesma existe e se é acompanhada de tais mudanças. O motivo disso é o fato de que o Facebook, atual dono o WhatsApp, não ter feito nenhuma declaração oficial a respeito de uma nova atualização.

Governo Federal pretende extinguir o abono permanência

A iniciativa do governo federal de extinguir o abono permanência, bônus concedido a quem continua trabalhando mesmo quando poderia se aposentar está na mira do funcionalismo federal. A Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), representante de 80% dos servidores federais, já se posicionou contrária à projeto e vai lutar no primeiro trimestre do próximo ano para que a medida não seja aprovada no Congresso.
“São projetos considerados prejudiciais e que merecem a nossa atenção. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 139/2015 propõe o fim ao abono. Se for aprovada, serão 101 mil servidores qualificados que poderão deixar de atender à população brasileira, somente na esfera federal. A medida pode ainda trazer impactos negativos para os estados e os municípios”, defendeu a Condsef por meio de nota.
A situação ainda se agrava já que a presidente Dilma Rousseff sancionou a nova idade compulsória do funcionalismo federal. Com isso, os servidores sairão obrigatoriamente do serviço público aos 75 anos. Anteriormente era 70. Para representantes da Condsef, com o fim do abono permanência, os servidores não terão mais estímulo para continuar na ativa e com isso irão deixar os postos de trabalho quando obtiverem as garantias burocráticas para isso.

Uso excessivo de celular causa dores musculares

       O uso excessivo de celular tem sido apontado por especialistas como a causa de transtornos ortopédicos, como dores na região do pescoço, nos ombros e nas mãos.
A tensão na coluna cervical (região do pescoço) conforme a inclinação da cabeça foi avaliada em um estudo recente publicado no periódico Surgical Technology International.
À medida que uma pessoa inclina sua cabeça para baixo, o pescoço tem que sustentar cada vez mais peso.
Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, a médica Liliana Jorge, do Hospital Albert Einstein, explica que “os músculos (da região do pescoço e dos ombros) ficam contraídos e pouco oxigenados. Isso traz dor e sensação de formigamento e queimação”. Há ainda o risco de surgirem lesões mais graves, como artrose.
As pessoas que passam o dia inteiro digitando em seus aparelhos eletrônicos podem também sentir dores causadas por movimento de repetição.
Especialistas ouvidos pela Folha recomendam a diminuição do uso do celular. Para aqueles que não conseguem ficar longe de seus aparelhos, os médicos recomendam alguns cuidados, como evitar abaixar tanto a cabeça erguendo o aparelho para que o centro da tela fique na altura dos olhos e também apoiar braços e antebraços para evitar que fiquem sobrecarregados.
Exercícios para o fortalecimento dos músculos também podem ajudar, assim como pausas de 15 minutos a cada 40 minutos utilizando o celular.

sábado, 26 de dezembro de 2015

Rússia: ovelha nasce com rosto humano


       O animal nasceu em uma fazenda na aldeia de Chirka, perto da república do Daguestão, na Rússia.
O dono Blasius Lavrentiev, de 45 anos, disse que já recebeu uma oferta 10 vezes acima do preço normal pelo cordeiro recém-nascido. Lavrentiev contou ainda que não sabe o que pode ter causado a deformação genética no filhote.

No mínimo bizarro e uma visão muito assustadora. Um cordeiro na república russa do Daguestão, um lugar até então pouco conhecido, mas que está ficando famoso nasceu com cara de “gente”. A causa desta mutação genética ainda não foi esclarecida, e o mistério deverá continuar por algum tempo. Um ser realmente muito estranho.

Paralisia do sono



Você já sonhou e acordou e não conseguiu se mexer! Saiba o que é a paralisia do sono.
A Paralisia do sono é uma condição caracterizada por uma paralisia temporária do corpo imediatamente após o despertar ou, com menos frequência, imediatamente antes de adormecer.
Fisiologicamente, ela é diretamente relacionada à paralisia que ocorre como uma parte natural do sono REM, a qual é conhecida como atonia REM. A paralisia do sono ocorre quando o cérebro acorda de um estado REM, mas a paralisia corporal persiste. Isto deixa a pessoa temporariamente incapaz de se mover. Além disso, o estado pode ser acompanhado por alucinações hipnagógicas.


quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

NATAL DO SENHOR


          É natal, é festa, é vida, é o “Verbo que se faz carne e habitou entre nós”! Deus escolheu fazer sua morada entre os seres humanos, ser um de nós, ser “membro” da família humana. Há mais de 2.000 anos a Palavra de Deus se fez carne, tornou-se humano como nós, falou a nossa mesma linguagem, pôde dizer-nos quem é o Pai, o que somos nós para Ele e qual o projeto d’Ele para nós.
Deus armou sua tenda entre os seres humanos e nos revelou em Jesus seu projeto de amor. Que neste Natal possamos sempre mais crescer na fé e no amor àquele que primeiro nos amou, que se fez simples e pobre na gruta de Belém, que se encarnou no seio da Virgem Maria. Que o Verbo continue fazendo morada em nosso meio e que sejamos testemunhas cristãs do verdadeiro Natal.

FELIZ NATAL!

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Faça uma meditação sobre o nascimento de Deus menino


       Vendo-se repulsos de toda parte, São José e a Bem-aventurada Virgem saem da cidade a fim de achar, fora dela, ao menos algum abrigo.
Os pobres viajantes caminham na escuridão, errando e espreitando; afinal depara-se-lhes ao pé dos muros de Belém uma rocha escavada em forma de gruta que servia de estábulo para os animais.
Disse então Maria: José, meu esposo, não precisamos ir mais longe; entremos nessa gruta e deixemo-nos ficar aqui.
– Mas como? Responde São José; não vês, minha esposa, que esta gruta é tão fria e úmida que a água escorre em toda parte? Não vês que não é uma morada para homens, senão uma estribaria para animais? Como queres passar aqui a noite e dar à luz?
– Contudo, é verdade, tornou Maria, que este estábulo é o paço real onde quer nascer na terra o Filho eterno de Deus.
Ah! Que terão dito os Anjos vendo a divina Mãe entrar naquela gruta para dar à luz!
Os filhos dos príncipes nascem em quartos adornados de ouro; preparam-se-lhes berços incrustados com pedras preciosas, e mantilhas preciosas; e fazem-lhe cortejo os primeiros senhores do reino.
E ao Rei do céu prepara-se uma gruta fria e sem lume para nela nascer, uns pobres paninhos para cobri-lo, um pouco de palha para o leito e uma vil manjedoura para colocá-lo?
Ubi aula, ubi thronus? Meu Deus, assim pergunta São Bernardo, onde está a corte, onde está o trono real deste Rei do céu, porquanto não vejo senão dois animais para lhe fazerem companhia, e uma manjedoura de irracionais, na qual deve ser posto?
Ó gruta ditosa, que tiveste a ventura de ver o Verbo divino nascido dentro de ti! Ó presépio ditoso, que tiveste a honra de receber em ti o Senhor do céu!
Ó palha ditosa, que serviste de leito àquele cujo trono é sustentado pelos serafins!
Sim, fostes ditosos, ó gruta, ó presépio, ó palha; mais ditosos, porém, são os corações que tenra e fervorosamente amam este amabilíssimo Senhor, e que abrasados em amor o recebem na santa Comunhão.
Ó, com que alegria e satisfação vai Jesus Cristo pousar no coração que o ama!


(Continua…)

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Concurso para Polícia Federal oferece 5 mil vagas

Segundo divulgou o site Noticias concursos, o próximo concurso para Polícia Federal será divulgado em breve e já foi confirmado pelo presidente Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Carlos Eduardo Miguel Sobral. Segundo apontou o presidente, 500 cargos para delegado estão vagos. “Necessitamos de urgente recomposição do nosso efetivo, para que possamos prestar nossos serviços públicos com qualidade e excelência reconhecidas pela população brasileira”, afirmou Sobral ao Noticias Concursos.

Para preencher os cargos vagos dos delegados e mais a contratação de 5 mil servidores administrativos, será necessário disponibilização de recursos orçamentários. Para concorrer às vagas, será exigido ensino médio completo e o salário inicial é de R$ 4.185,77. O último concurso realizado pela Polícia Federal foi realizado em 2013, quando foram oferecidas 566 vagas para o setor administrativo. O certame tem validade até junho de 2016, podendo ser prorrogada até junho de 2018.

Telegram: mais 500 mil brasileiros em três horas


      O aplicativo Telegram, que tem funções semelhantes às do WhatsApp, passou a ter 500 mil novos usuários brasileiros em três horas, de acordo com o próprio app.

As principais operadoras de telefonia móvel do Brasil foram intimadas pela Justiça na última quarta-feira (16/12) a bloquear o app de mensagens WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas.

Tribunal italiano determina que Alemanha pague indenização individual por crime nazista

O advogado alemão Joachim Lau tem nas mãos vários processos contra o governo alemão por conta dos abusos cometidos na Segunda Guerra Mundial. Por anos, estes processos caíram no limbo, por conta de leis domésticas e internacionais. Mas, na semana passada, um tribunal italiano ordenou a Alemanha a pagar cerca de US$ 109 mil mais os custos legais aos herdeiros de um homem que morreu trabalhando numa fábrica de armas nazistas.
A decisão contraria a Corte Internacional de Justiça, em Haia, principal órgão judiciário das Nações Unidas, que determinou que a Alemanha não tem obrigação de pagar indenizações individuais a vítimas de crimes nazistas na Itália.
O ocorrido deu impulso à batalha do advogado, apesar dos contínuos esforços de Roma e Berlim para parar os processos judiciais. No entanto, ainda não está claro se Lau vai ter força o suficiente para fazer com que a Alemanha pague seus clientes.
Berlim diz que governo não tem a obrigação legal de pagar indenizações, por já ter pago bilhões de dólares em reparações desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Fonte-opiniao

Cunha teme que Justiça determine prisão de sua mulher e filha

Em nota publicada nesta quarta-feira, 16, a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, diz que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), teme que a Justiça determine a prisão de Cláudia Cruz, sua mulher, e de Danielle Cunha, sua filha.
Enquanto Cláudia tem conta na Suíça em seu nome, Danielle aparece como dependente em documentos bancários no exterior.
Ainda de acordo com a colunista, embora Cunha continue demonstrando uma aparente frieza e calma diante das investigações contra ele e contra sua família, o presidente da Câmara tem revelado o temor a interlocutores mais próximos.
A prisão do próprio presidente da Câmara, no entanto, é uma possibilidade mais remota, uma vez que precisaria ser determinada pelo plenário do Supremo Tribunal Federal.
Apesar do receio de que a Justiça determine a prisão de Cláudia e de Danielle, Eduardo Cunha considera que o fato de a investigação sobre ambas ocorrer no STF, e não no Paraná, sob jurisdição do juiz Sergio Moro, seria um ponto a favor.
Nesta terça-feira, 15, a Polícia Federal fez buscas na residência oficial de Cunha em Brasília e também em sua casa na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O presidente da Câmara foi alvo da Operação Catilinárias, da PF e do Ministério Público, que cumpriu ao todo 53 mandados de busca e apreensão expedidos pelo STF. As investigações são referentes a processos instaurados na Operação Lava Jato.
Fonte-opiniao


Município de Pernambuco usa peixes contra aedes aegypti

     Sem água encanada há quatro anos, a população da cidade de Itapetim, em Pernambuco, depende de caminhões-pipa para abastecer as milhares de caixas d’água que se espalham pelas ruas e casas dos moradores. O uso dos reservatórios cria um cenário propício para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. Em abril, 13 em cada 100 imóveis da cidade continham focos do mosquito.
Para impedir o crescimento de focos, a cidade passou a utilizar uma arma biológica natural contra os mosquitos: as piabas, pequenos peixes entre 4 e 5 centímetros que se alimentam das larvas do mosquito e impedem – ou pelo menos desaceleram – a sua proliferação.
“Começamos a colocar as piabas no mês de abril e fizemos o trabalho até julho. Em setembro, notamos que o índice de focos do nosso município tinha baixado muito, para 1,2%. Agora, estamos em 2,4%, menos do que no mesmo período no ano passado”, disse Edinaldo Hollanda, agente de saúde da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e coordenador de Combate às Endemias no município. “Deu tanto resultado que até hoje continuamos colocando peixes nas casas.”
Os peixes são colocados em reservatórios fechados e abertos. “O mosquito solta seus ovos nas paredes do depósito e quando você volta a colocar água, os ovos eclodem. A piaba se alimenta dos ovos e impede que virem novos mosquitos.”
A técnica não substitui o uso do larvicida, produto químico que mata as larvas do mosquito na água. O Ministério da Saúde diz que há risco de diarreia caso os peixes sejam colocados na água para beber.
“Colocamos apenas uma piaba em cada reservatório de até 200 litros. Em cisternas maiores, de três a cinco mil litros, colocamos cerca de cinco. Monitoramos as casas para saber se havia ocorrências de diarreia e não tivemos nenhum caso”, afirma Hollanda.
O secretário de Saúde de Pernambuco, Iran Costa, mostrou interesse nos resultados de Itapetim com o uso das piabas, e disse que estudos estão sendo realizados para medir a possibilidade de utilizar a mesma técnica em outras partes do estado.

Papa aprova canonização de madre Teresa de Calcutá

O Papa Francisco assinou nessa quinta-feira (17/12) o decreto que autoriza a canonização da madre Teresa de Calcutá, o que deverá ocorrer em setembro, informou o diário católico Avvenire.
O jornal informou que a canonização da beata Teresa de Calcutá será pública em fevereiro, durante o Consistório Ordinário, e que ela será feita santa em 4 de setembro de 2016, no âmbito do Ano Santo Extraordinário da Misericórdia.
A canonização ocorre depois de a Igreja Católica ter aprovado por unanimidade a “cura extraordinária” de um brasileiro em 2008, que se encontrava em fase terminal por graves problemas cerebrais.
O “milagre” ocorreu em dezembro daquele ano, quando o doente, em coma, ia ser operado, mas devido a problemas técnicos a intervenção cirúrgica teve de ser adiada por meia hora.
Ao voltar à sala de operações, segundo o jornal Avvenire, o médico encontrou o doente sentado, desperto, perfeitamente consciente e a perguntar o que fazia ali.
O médico explicou, durante a fase de estudo do suposto milagre, que “nunca viu um caso como esse” e que todos os doentes com os mesmos problemas, que passaram por ele em 17 anos de profissão, tinham morrido.
As análises sucessivas do caso revelaram a cura da patologia cerebral em curto espaço de tempo e sem sequelas, o que levou o brasileiro a retomar sua vida.
As provas obtidas durante o processo de estudo do caso mostram que as pessoas próximas do doente, de quem a esposa era devotas, rezaram muito a Madre Teresa.
A Ordem das Missionárias da Caridade, fundada por ela, celebrou hoje, na cidade indiana de Calcutá, o anúncio da canonização. “Estamos muito felizes e agradecidas. Soubemos da notícia esta manhã”, disse à agência Efe a porta-voz da congregação em Calcutá, irmã Christie.
Inês Gonxha Bojaxhiu, nome de Madre Teresa, nasceu em 26 de agosto de 1910 em Skopje, capital da atual república da Macedônia, na comunidade albanesa. Ela foi beatificada em 2003, depois de o Vaticano ter reconhecido como um milagre a cura de um tumor no abdômen de uma mulher indiana.
Durante meio século, madre Teresa desenvolveu um trabalho social em Calcutá com as Missionárias da Caridade. Em 1979, foi distinguida com o Prêmio Nobel da Paz.
As Missionárias da Paz contam hoje com cerca de 4.500 religiosas, que trabalham em mais de 130 países na assistência aos pobres e doentes.
Teresa de Calcutá morreu em 5 de setembro de 1997, aos 87 anos, na sede da congregação, onde morava.

Dez maneiras para melhorar o sinal de wifi em sua casa


          As luzes da sua árvore de Natal podem diminuir a velocidade da sua internet, de acordo com o Ofcom.
O órgão fiscalizador das comunicações no Reino Unido afirma que redes de internet wifi em casas e escritórios muitas vezes são instaladas de forma incorreta ou sofrem interferência de eletrônicos como babás eletrônicas, micro-ondas e as já citada luzes de Natal.
Mas como se livrar dessa e de outras ameaças? A BBC lista aqui 10 dicas para tornar o sinal mais forte.

       1.Atualize seu roteador

Os roteadores que as empresas oferecem quando instalam sua internet, atualmente, são considerados decentes.
Mas se você quiser uma conexão realmente rápida em casa, por que não pedir um novo roteador de Natal?
Os mais modernos farão sua conexão ser mais rápida e melhor.

2. Troque o roteador de lugar

Isso pode até ser senso comum para alguns, mas não custa repetir: o quanto mais alto, melhor.
Então coloque seu roteador no segundo andar da casa se puder, em cima de móveis e em uma localização central na casa.
Mas, obviamente, você precisa pensar se fazer isso é prático, já que o roteador pode precisar de cabos e de uma tomada.
3. Mude o canal do roteador
Essa é um pouco mais técnica, mas alguns roteadores atualmente vêm com duas larguras de banda (veja o manual do seu aparelho para saber se é o caso do seu).
A maioria dos roteadores funciona com frequência de 2.4GHz, assim como diversos eletrônicos como micro-ondas, babás eletrônicas,bluetooth , câmeras de segurança e telefones sem fio.
Se você mudar a frequência para 5GHz você provavelmente terá menos interferência. Seu vizinho, provavelmente, também usa a frequência 2.4GHz, então a rede dele também deixará de interferir na sua.

4. Corte interferências

Muitas coisas podem afetar seu sinal de wifi - e por isso o Ofcom mencionou as luzes de Natal.
Mas qualquer cabo elétrico pode ter um impacto negativo se estiver no caminho, assim como portas de metal, parafusos, água (aquários, por exemplo), espelhos, lâmpadas de halogêneo, gaveteiros de arquivos, tijolo, vidro e concreto.
Qualquer coisa que afete a força do sinal é chamada atenuação (só para você saber).
5. Atualize seu software
Garanta que seu roteador tem as últimas atualizações.
O software é constantemente atualizado e os celulares e laptops mais modernos vão se conectar a velocidades mais altas com um sinal mais forte de wifi.
Mas mais importante que isso é a chamada relação sinal-ruído, que determina de fato a velocidade de dados a que o aparelho irá se conectar.
Só porque você vê cinco barras em seu dispositivo, não significa que você tenha alta velocidade garantida.
6. Pense sobre extensores
Extensores funcionam empurrando seu sinal para mais longe. Você também pode usar roteadores antigos para fazer isso, mas é um pouco complicado.
A coisa mais fácil é comprar um extensor de sinal wifi ou, ainda melhor, usar a chamada "powerline technology".
Isso significa conectar adaptadores nas tomadas principais. Eles passam o sinal através da rede elétrica, permitindo que você conecte um cabo de internet no adaptador em um cômodo onde o wifi não chega.

7. Compartilhe com seus vizinhos

Se você mora em um prédio e se dá bem com seus vizinhos, você pode compartilhar um roteador.
Dessa forma, a pessoa que mora no andar mais alto pode distribuir o wifi para o resto do prédio e vocês dividem os custos. Mas se você mora na parte de baixo, pode ficar com um sinal mais baixo.
Você também pode usar seu celular ou laptop como um ponto de wifi ou comprar um aparelho conhecido com MiFi (um microroteador).
8. Garanta a segurança de seu wifi
Se você não gosta de seus vizinhos, ou se simplesmente quer uma rede mais segura, use um protocolo de segurança wireless (em inglês, Wireless Security Protocol - WPA/WPA2) em vez do WEP. Você pode fazer uma busca pelo seu roteador online e checar como mudar isso nele.
Só por curiosidade: WEP significa Wired Equivalent Privacy e WPA é Wi-Fi Protected Access.
Você também pode limitar o número de aparelhos que seu wifi suporta com algo chamado endereço MAC (do inglês media access control). Há muitos tutoriais na internet para que você faça isso sozinho.

9. Não anuncie seu sinal

Sabe quando você procura por um wifi público e aparecem várias opções?
Se você não tornou a sua rede segura, o seu sinal vai entrar na lista e outras pessoas poderão utilizá-lo.
Você pode tornar sua rede segura adicionando um código de segurança (o password). Mas, para torná-la ainda mais segura, você pode ir a sua página de administração e desmarcar "Enable SSID Broadcast".
Isso vai fazer seu sinal desaparecer da lista do smartphone da maioria das pessoas, apesar de haver apps que conseguem achar seu sinal escondido.

10. E se nada disso der certo... use um papel laminado

Essa é uma saída um pouco mais alternativa, e ainda não foi comprovada cientificamente, mas parece funcionar às vezes.
Pegue um pouco de papel laminado e ponha na parte de trás do roteador.
Você pode baixar um verificador de velocidade do wifi para testar se a solução funciona.
Outras pessoas usam outros objetos metálicos atrás do roteador como latas de cerveja a peneiras de metal e raladores.
Fonte-terra


CONCURSO PARA AUDITOR FISCAL

        O Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE – SC) está realizando um novo Concurso Público com 50 oportunidades para Auditor Fiscal de Controle Externo.
Exigindo o Nível Superior, as vagas destinam-se às áreas de Administração (5 vagas), Contabilidade (13 vagas), Direito (10 vagas), Economia (3 vagas), Engenharia Civil (10 vagas) e Informática (9 vagas). Dentro do total de funções, há vagas para pessoas com deficiência.
O salário é de R$ 5.574,40, sendo composto por gratificação de desempenho no valor variável de R$ 4.718,19 e R$ 1.314,83 pelo vale-alimentação. Portanto, a remuneração total é de até R$ 11.607,42 por mês correspondente a jornadas semanais de trabalho de 40hs.
Para participar, acesse o site www.cespe.unb.br e se inscreva a partir das 10h do dia 5 de janeiro de 2016 até 3 de fevereiro de 2016. Lembre-se de, em seguida, pagar a taxa de R$ 120,00 por meio de boleto bancário.
Fazem parte dos métodos de classificação dos candidatos, Provas Objetivas e Avaliação de Títulos. Esteja preparado, pois a primeira etapa está prevista para ocorrer em 3 de abril de 2016.
O prazo de validade deste Concurso Público termina após um ano, mas pode ser prorrogado.
            Fonte-pci


Por que o bloqueio do WhatsApp não vingou?

         Previsto para durar 48 horas, o bloqueio do aplicativo WhatsApp em todo o país determinado pela Justiça de São Bernardo do Campo (SP) foi suspenso 12 horas depois por uma liminar do Tribunal de Justiça do Estado após um recurso ser apresentado pela companhia. O caso ainda não teve um desfecho final, mas colocou em evidência o embate entre a Justiça e redes sociais, que parece ainda estar longe de terminar.
O desembargador Xavier de Souza, da 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, disse que, "em face dos princípios constitucionais, não se mostra razoável que milhões de usuários sejam afetados em decorrência da inércia da empresa" em fornecer informações à Justiça, uma decisão considerada acertada por juristas e especialistas em direito digital ouvido pela BBC Brasil.
Para eles, a decisão desta quinta-feira deve dar força ao argumento de que empresas estrangeiras serão mais pressionadas a liberar os dados requisitados pela Justiça.
"A decisão (de bloquear o WhatsApp) foi um pouco desproporcional do ponto de vista jurídico, porque prejudicou pessoas que nada tinham a ver com a questão - no caso, os usuários do aplicativo no Brasil", afirma o desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar, do Tribunal de Justiça do Piauí.
Alencar foi um dos magistrados que cassaram uma liminar expedida em Teresina (PI) "desligando" o mesmo aplicativo no Brasil, como punição pela sua recusa em fornecer o conteúdo de mensagens pessoais para uma investigação policial sobre uma rede de pedofilia.
Foi um caso semelhante ao ocorrido agora, em que a juíza da 1ª Vara Criminal de São Bernardo pediu acesso às informações do WhatsApp ao Facebook, que comprou o aplicativo em 2014, envolvendo um homem acusado de latrocínio, tráfico de drogas e associação a uma organização criminosa – o Primeiro Comando da Capital (PCC).
"Compreendo os motivos que levaram tanto o juiz em Teresina quanto a juíza de São Bernardo do Campo a tomarem a decisão. Ambos não tiveram alternativa para tentar fazer com que a empresa colaborasse com as investigações de algo muito sério", afirma o desembargador.
"Em um plano ideal, a empresa receberia uma multa exemplar se constantemente desobedecesse a determinações da Justiça. No plano atual, porém, a suspensão dos serviços acaba sendo a única decisão a tomar. Os juízes ficam de mãos atadas."
Suspensão
Após o bloqueio, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, disse estar "chocado" que os esforços de sua empresa "em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz".
"Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão", disse ele, que depois comemorou a derrubada decisão que desbloqueou o serviço de mensagens.
Ao basear sua decisão, o desembargador do TJ-SP explicou que a juíza de São Bernardo chegou a aplicar uma multa ao Facebook, mas que isso não fez com que a empresa fornecesse os dados exigidos e, então, foi adotada a suspensão nacional do aplicativo.
O desembargador afirma que, em vez da suspensão - medida que ele considerou "extrema" -, a juíza poderia ter elevado o valor da multa até a empresa ceder.
A opinião é compartilhada por Carlos Affonso Souza, diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS-Rio) e professor de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
"O Marco Civil prevê mecanismos menos graves, como elevar a multa ou entrar com uma ação por obstrução da Justiça, que afetem menos a coletividade", afirma Carlos Affonso Souza. "Esta suspensão seria o mesmo que o Judiciário pedir a suspensão dos correios, porque alguém mandou uma carta ameaçando outra. Além disso, acredito que a juíza fez uma interpretação equivocada do Marco Civil."
O especialista se refere aos artigos 11 e 12 do Marco Civil da Internet, lei que regula o uso da rede no país e que foi sancionada em abril do ano passado.
O artigo 11 estabelece que "qualquer operação de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros, de dados pessoais ou de comunicações por provedores de conexão e de aplicações de internet (...) em território nacional" deve respeitar a legislação brasileira.
Já o artigo 12 prevê sanções caso isso não seja cumprido: advertência, multa, as suspensões das atividades previstas no artigo 11 ou sua proibição.
"No meu entendimento, o alvo da sanção deveriam ser as atividades do artigo 11, mas não acredito que o serviço como um todo deveria ter sido suspenso", diz Carlos Affonso Souza.
À frente de um escritório especializado em Direito Digital, a advogada Patrícia Peck Pinheiro explica que esta suspensão prevista pelo Marco Civil não chegou a ser regulamentado por uma lei posterior, o que faz com que "não haja um entendimento único de como aplicar esta punição" e que surjam "interpretações diferentes" acerca disso.
"(A decisão da juíza) pareceu desproporcional por afetar o Brasil todo. Poderia ter um alcance menor. Acho que ela quis mostrar que é uma autoridade e estava fazendo sério", diz ela. "O entendimento do Ministério Público é de que a punição deve ser proporcional, ou seja, deve proteger uma pessoa em um determinado caso, mas não pode gerar um dano coletivo."

'Correta e proporcional'

No entanto, o advogado especialista em Direito Digital Leonardo Serra de Almeida Pacheco diz que o Judiciário cumpriu com todos os passos previstos no Marco Civil e que a suspensão foi "correta e proporcional".
"Não cabe às empresas de internet decidir se devem ou não entregar dados solicitados pela Justiça. O que temos visto recentemente é empresas de internet agindo com covardia e fugindo da responsabilidade", opina Pacheco.
O Facebook usou alguns argumentos para justificar sua recusa. Além de apontar uma violação do Marco Civil, alegou que o WhatsApp é uma empresa distinta.
Rony Vainzof, sócio do escritório Opice Blum, Bruno, Abrusio e Vainzof Advogados e professor de direito digital na Escola Paulista de Direito, considera esse argumento "impertinente" e diz que a jurisprudência brasileira o invalida.
"Como o WhatsApp não pode responder diretamente à Justiça brasileira, mas pode entrar com um recurso no país? Além disso, decisões da Justiça indicam que o Facebook pode sim ser responsabilizado porque a rede social e o WhatsApp pertencem ao mesmo grupo econômico", afirma Vainzof.
O Facebook também afirmou que, como o WhatsApp não tem sede no Brasil, a empresa por trás do serviço de mensagens deveria ser intimada a cumprir a ordem judicial por meio de um acordo de cooperação jurídica internacional, que foi estabelecido entre o Brasil e os Estados Unidos em 1997.
No entanto, para Carlos Affonso Souza, trata-se de uma medida "burocrática e lenta que precisa ser revisada para os tempos da internet".
Vainzof concorda que este acordo "não acompanhou a evolução da tecnologia".
"Não funciona, porque o envio de dados pode levar seis meses para ser feito, o que só reforça a necessidade de termos mais acordos multilaterais para que uma empresa que não tem sede no Brasil pode ser intimada rapidamente."
Patrícia Peck Pinheiro defende a criação de uma convenção internacional para regular o tema, para "ajudar a combater o crime organizado e o terrorismo sem passar por cima dos direitos humanos e individuais".

Jurisprudência

Enquanto isso não ocorre, os especialistas ouvidos pela reportagem acreditam que novos pedidos de suspensão de serviços online surgirão se as empresas não assumirem uma postura diferente diante dos pedidos judiciais. Mas agregam que, diante da decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, será difícil que prosperem.
"É natural que novos casos apareçam, mas o princípio da proporcionalidade venceu nas duas vezes em que se procurou suspender ou bloquear o WhatsApp", afirma Carlos Affonso Souza.
"Essas decisões revertidas no caso do aplicativo e de outros, como Uber, apontam para um futuro com um melhor balanceamento entre os interesses em jogo."
O advogado Vainzof diz que a suspensão temporária do serviço de mensagens cria um "precedente perigoso que coloca em risco a economia digital".
"Mas também cria jurisprudência em instâncias superiores de que as empresas que têm sede no Brasil sejam compelidas a cumprir ordens judiciais por meio de multa ou apuração de crime de desobediência e não cortando o serviço."
Fonte-terra


sábado, 19 de dezembro de 2015

Submarino que transportaria drogas será rebocado para Belém



O submarino que foi encontrado pela Polícia na última quarta-feira (16.12.15), em uma ilha no município de Vigia, localizado na região nordeste do Pará, foi retirado da cidade nesta sexta-feira (18.12.15). Segundo a Polícia Civil, o submarino apresentou uma pane no motor e, por conta disto, deve permanecer no litoral de Colares até ser rebocado para a capital na próxima segunda-feira (21.12.15).
De acordo com a Polícia, a embarcação seria usada por traficantes para transportar drogas para fora do Brasil. No total, mais de 15 pessoas podem ter participado da construção do submarino, que estaria em uma das ilhas do rio Guajará Mirim.
Segundo as investigações, os responsáveis pela construção se instalaram na área desde setembro e realizavam uma vigilância ostensiva para não permitir a entrada de pessoas. Tanques de combustível usados pelo grupo foram encontrados nas proximidades, além de caixas de produtos eletrônicos com inscrições em espanhol.
Segundo o delegado João Bosco Rodrigues Junior, diretor de Polícia Especializada, o submarino estava praticamente pronto, contando com sonar e sistema de refrigeração interno, restando apenas a instalação de alguns equipamentos eletrônicos.
A estrutura tem cerca de 17 metros de comprimento, três metros de diâmetro e cerca de quatro metros de altura, com capacidade de transportar uma carga de até 30 toneladas e transportar, pelo menos, 30 pessoas.

Denúncia

O submarino foi descoberta após denúncias anônimas recebidas pela Delegacia Geral, na última segunda-feira (14), e reforçadas pelo serviço telefônico Disque-Denúncia (fone 181), de que uma embarcação estava sendo construída em um braço de rio dentro de uma ilha no litoral de Vigia. A embarcação seria usada no escoamento de grandes quantidades de drogas para fora do país, possivelmente, com destino aos Estados Unidos e à Europa.
Diante da informação, na terça-feira (15), policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e da Delegacia de Polícia Fluvial (DPFlu) foram deslocados à região para apurar as denúncias, sob coordenação dos delegados Hennison Jacob, da DRE, e Arthur Braga, da DPFlu.

Fonte-globo

O começo do fim: Brasileiros não vivem mais sem internet

         A Millward Brown, líder mundial em ajudar empresas a construírem grandes marcas, lança hoje o MMA Mobile Report 2015, estudo encomendado pela Mobile Marketing Association e realizado em parceria com a Netquest, que traça os hábitos dos usuários de internet por meio de celulares ou tablets – conhecidos como mobilers.
De acordo com o estudo, o smartphone é o dispositivo com maior penetração na população brasileira: 90% dos usuários, enquanto 44% possuem tablets . A maior parte dos aparelhos é da marca Samsung (34%), seguido por Motorola (21%), LG (15%), Apple (13%) e Nokia (8%). Não surpreende, portanto, o fato de que o Android é o sistema operacional dominante (78%).

A maior parte dos usuários tem plano pré-pago (58%) e60% possuem plano de dados. Outra característica é que os brasileiros já possuem mais de um chip, sendo que a média é 1,6 por mobiler. Já a operadora preferida é a TIM, com 34% de market share. Entre as demais obervamos um equilíbrio: Vivo com 23%, Claro e Oi com 20%.

Conheça os Aedes aegypti “do bem "

        O mosquito Aedes aegypti tem sido visto como o grande vilão da temporada. Se ele já era temido por transmitir a dengue, recentemente passou a ser o culpado pela disseminação de outros dois vírus no Brasil: chikungunya, transmitido pela primeira vez no país em setembro de 2014, e zika, identificado no país em abril. Mas mosquitos Aedes modificados podem desempenhar um papel positivo na saúde pública, ajudando a combater em larga escala essas doenças no futuro. Atualmente, eles já são usados em bairros localizados em vários pontos do Brasil, mas sempre dentro de projetos de pesquisa. Conheça os Aedes aegypti “do bem”:

AEDES AEGYPTI GENETICAMENTE MODIFICADOS

Mosquitos geneticamente modificados, ou transgênicos, produzidos pela empresa britânica Oxitec já foram liberados no Brasil em dois bairros da cidade de Juazeiro, Ituberaba e Mandacaru, e em um bairro da cidade de Jacobina, ambas na Bahia. Nessas áreas, o projeto foi liderado pela Universidade de São Paulo e pela organização Moscamed, com apoio da Oxitec. Em março, o mosquito também passou a ser liberado em Piracicaba. “Em todas as regiões, temos alcançado uma supressão do mosquito selvagem acima de 90%”, afirma Glen Slade, diretor de desenvolvimento de negócios da Oxitec.
Como funciona?
A tecnologia funciona da seguinte maneira: no laboratório, ovos dos Aedes aegypti recebem uma microinjeção de DNA com dois genes, um para produzir uma proteína que impede seus descendentes de chegarem à fase adulta na natureza, chamado de tTA, e outro para identificá-los sob uma luz específica. Só os machos são liberados na natureza. Eles procriam com as fêmeas selvagens –responsáveis pela incubação e transmissão dos vírus da dengue, chikungunya e zika. Elas vão gerar descendentes que morrem antes de chegarem à vida adulta, reduzindo a população total. Os machos liberados na natureza só conseguem sobreviver até a vida adulta e procriar porque recebem, dentro do laboratório, um antibiótico chamado tetraciclina. Como essa substância não existe na natureza, seus descendentes morrerão.

Pronto para uso em larga escala?

“Estamos preparados e ansiosos para ir em frente cada vez mais rápido. O que estamos fazendo hoje pode ser feito em qualquer escala e de forma cada vez mais eficiente”, diz Slade. “Num país do tamanho do Brasil, não vamos eliminar, mas talvez em cidades isoladas poderá haver uma redução tão grande que será quase uma eliminação.” Até o momento, os mosquitos transgênicos não têm registro na Anvisa, apenas aprovações para uso em projetos de pesquisa. Para Slade, porém, isso não impede que a estratégia seja usada de forma cada vez mais ampla. “A Anvisa está analisando nossa situação. Trata-se do primeiro mosquito geneticamente modificado, o que levanta perguntas novas, é uma situação nova. Não vejo um grande obstáculo em nossa situação atual em termos de darmos os próximos passos. Próximos projetos com caráter de pesquisa podem ser cada vez maiores” Em nota, a Anvisa afirma que está analisando o material apresentado pela empresa em caráter prioritário, inclusive com consultas a outras agências reguladoras internacionais que estão tratando de questões semelhantes. “A análise envolve, inicialmente, a decisão sobre se um ‘mosquito transgênico’ é efetivamente um produto a ser regulamentado pela Anvisa”, afirmou.

Astrônomos acreditam na existência de mais dois planetas no Sistema Solar

   A Teoria da existência do Planeta X, um corpo celestial que estaria em órbita depois de Netuno, não é exatamente nova. Mas agora os astrônomos que se dedicam a tentar confirmar se esse astro realmente existe encontraram bons indícios de que o Planeta X não está sozinho. Uma equipe espanhola de cientistas acaba de anunciar que talvez existam dois planetas gigantes escondidos no Sistema Solar.
Quando o suposto planeta-anão 2012 VP113 foi descoberto em março deste ano, ele se juntou a lista de objetos rochosos incomuns que estão além da órbita de Plutão. Curiosamente, esses pequenos corpos mantêm uma órbita alinhada, o que sugere que planetas ainda não observados possam estar influenciando seu comportamento. Os cientistas calculam que esses “novos” planetas teriam dez vezes a massa da Terra e estariam em uma órbita equivalente a 250 vezes a distância da Terra ao Sol, o que nos permite entender que eles são realmente grandes e estão muito distantes de nós. Para entender melhor o que acontece nos confins da nossa galáxia, Carlos e Raul de la Fuente Marcos, da Universidade Complutense de Madri, na Espanha, analisaram o comportamento de corpos distantes.
Além de confirmar um alinhamento orbital estranho, a dupla encontrou padrões adicionais intrigantes: um grupo de pequenos objetos que seguem órbitas bastante similares. Como eles não possuem massa suficiente para puxar uns aos outros, os pesquisadores acreditam que esses objetos estão sendo “guiados” por um corpo maior em um padrão conhecido como ressonância orbital.
Sabemos que Netuno e Plutão estão em ressonância orbital, a cada duas voltas que Plutão completa ao redor do Sol, Netuno completa três. Da mesma maneira, um grupo de pequenos objetos parece estar em harmonia com um planeta mais distante que ainda não foi observado. Os especialistas acreditam que o planeta tenha uma massa equivalente a algo entre Marte e Saturno e que esteja a cerca de 200 vezes a distância da Terra ao Sol.
Como alguns dos objetos que estão sendo observados apresentam uma órbita alongada e um planeta grande como esse não costuma orbitar tão próximo a outros corpos, isso explica a enorme distância do Sol. De acordo com os astrônomos, isso só não aconteceria caso o planeta estivesse dinamicamente conectado a outro elemento, o que os faz acreditar que existe um segundo planeta ainda maior em ressonância com o primeiro que estaria em uma órbita equivalente a cerca de 250 vezes na mesma proporção.


Lula culpa colonizadores por 'atrasos na educação do Brasil' e gera polêmica em Portugal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva provocou polêmica em Portugal ao responsabilizar o período da colonização portuguesa, até 1822, pelos problemas do sistema educacional do Brasil.
"Eu sei que isto não agrada aos portugueses, mas Cristóvão Colombo chegou a Santo Domingo (atual República Dominicana) em 1492, e em 1507 já tinha sido criada uma universidade lá. No Peru em 1550, na Bolívia em 1624. No Brasil, a primeira universidade surgiu apenas em 1922", afirmou o ex-presidente, para quem essa demora "justifica os atrasos na educação" brasileira.
A declaração de Lula, durante uma conferência em Madri, na noite da última sexta-feira, gerou uma forte reação da imprensa portuguesa quando atravessou a fronteira entre os dois países ibéricos.
O portal Observador, um dos principais de Portugal, ironizou o assunto: "Brasileiro burro? A culpa é do (Pedro) Álvares Cabral, diz Lula".
"De quem é a culpa pelos atrasos na educação? É dos portugueses, diz Lula", publicou, por sua vez, o Diário de Notícias, o mais antigo jornal português.
Entre os assuntos mais comentados pelos portugueses nas redes sociais nos últimos dias, a declaração de Lula continua rendendo opiniões fortes no país europeu.
Num texto publicado no fim da tarde de segunda-feira no site do semanário econômico Oje, o colunista Diogo de Sousa-Martins diz que "não fica bem" a tentativa de atribuir "o ônus do atraso do sistema de educação brasileiro para uma colonização que abandonou o país há quase 200 anos e que nele inaugurou o ensino superior".
Apesar de as primeiras universidades brasileiras só terem sido fundadas no começo do século 20, como a Universidade do Paraná, em 1912, e a Universidade do Rio de Janeiro, em 1920, no período colonial existiam instituições de ensino superior no país, como a Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho, de 1792, e a Faculdade de Medicina da Bahia, criada em 1808.

A culpa é de quem?

O doutor em História Social pela USP e professor de História da UFMG Luiz Carlos Villalta discorda de que a responsabilidade sobre os problemas da educação brasileira deva recair apenas sobre os antigos colonizadores.
"O Brasil se tornou independente em 1822, e o governo imperial também não criou universidades em seus 77 anos de existência. A falta de universidades deve-se, sobretudo, aos erros de nossos próprios governos, das elites agrárias que os controlaram no Império e na República", explica Villalta à BBC Brasil.
Segundo a professora de História Ibérica da USP Ana Paula Torres Megiani, responsabilizar a colonização portuguesa por antigos problemas do Brasil não é um recurso novo, mas uma prática recorrente desde o fim da colonização.
"Desde o século 19, todas as vezes que o Brasil passa por uma crise, política ou econômica, alguém sempre se lembra de culpar os portugueses do passado pelos nossos erros do presente", afirma Megiani à BBC Brasil.
Em nota nesta quarta-feira, o Instituto Lula afirmou que a fala de Lula foi "mal-interpretada pela imprensa portuguesa e chegou distorcida à brasileira".
"Lula não quis colocar a culpa do atraso da educação brasileira sobre o povo português, mas sim sobre as elites políticas que nos governaram desde a época colonial até tempos recentes", diz a nota, acrescentando que "foi durante os governos do PT que se acelerou a ampliação e democratização do acesso ao ensino superior".
Fonte-
 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//