Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Fazer a sesta vive mais

Um estudo realizado por pesquisadores gregos afirma que fazer a sesta após o almoço, regularmente, ajuda a reduzir o risco de infarto. De acordo com a pesquisa, o cochilo ajuda a reduzir consideravelmente a pressão arterial, baixando as possibilidades de uma parada cardíaca.
“Churchill (Winston Churchill, ex-primeiro-ministro britânico) afirmava que tinha de fazer uma sesta entre o almoço e o jantar. Já Thatcher (Margaret Thatcher, ex-primeira-ministra britânica) dizia que em torno das três da tarde não deveria ser incomodada”, afirmou o líder da equipe responsável pela pesquisa, Manolis Kallistratos.
O estudo foi apresentado no Congresso Europeu de Cardiologia, em Londres. Nele foram observadas cerca de 400 pessoas com média de idade de 61 anos. Testes foram realizados para descartar a interferência de fatores como idade, sexo, consumo de álcool, sal, tabaco, café e exercício.
Após isso, foi observado que os pacientes adeptos da sesta tinham a pressão arterial 5% menor do que os que não descansavam. Havia também uma redução de 11% no Índice de Rigidez da Artéria Aorta e o diâmetro do ventrículo esquerdo também era 5% menor, nas pessoas que tiravam a soneca.
“Apesar de o número parecer baixo, devemos lembrar que uma redução de 2 mmHg na pressão arterial sistólica pode reduzir o risco de eventos cardiovasculares em até 10%. Isso indica que quem faz a sesta tem menos problemas nas artérias e no coração devido à pressão arterial alta “, destacou Kallistratos.

A pesquisa demonstrou também que quanto maior a duração do cochilo, maiores os benefícios. De acordo com Kallistratos, o desafio é conseguir encaixar o descanso à rotina de trabalho das pessoas.
Fonte-opiniao

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//