Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sexta-feira, 1 de maio de 2015

ENERGIA SOLAR: PERNAMBUCO SERÁ O 1º ESTADO A USAR EM ESCALA

O parque solar da EGP terá potência instalada de 11 MW, que corresponde a 0,3% da atual capacidade de geração do Estado– e a energia produzida será comprada pelo governo para abastecer prédios públicos; usina solar da empresa tem custo estimado de US$ 18 milhões (R$ 54 milhões) e está em construção em Tacaratu (a 453 km do Recife), no sertão pernambucano.
Pernambuco será o primeiro Estado brasileiro a consumir energia solar em larga escala, com previsão para fornecimento a partir de novembro deste ano.
A italiana EGP (Enel Green Power) assinou na semana passada o primeiro contrato no país com o poder público para fornecimento comercial desse tipo de energia.
O parque solar da EGP terá potência instalada de 11 MW –que corresponde a 0,3% da atual capacidade de geração do Estado– e a energia produzida será comprada pelo governo para abastecer prédios públicos. Quando estiver pronto, o empreendimento será capaz de gerar 17 GWh ao ano, o suficiente para abastecer 90 mil residências, cerca de 0,15% do consumo anual do Estado. O uso da nova fonte irá evitar a emissão na atmosfera de 5.000 toneladas de gás carbônico por ano.
A usina solar da empresa tem custo estimado de US$ 18 milhões (R$ 54 milhões) e está em construção em Tacaratu (a 453 km do Recife), no sertão pernambucano. A cidade foi escolhida por ter irradiação solar propícia e ser o local onde a empresa já mantém uma usina eólica em operação, o que reduz os custos, pois será usada a mesma linha de transmissão.
O contrato faz parte de um pacote para fornecimento de 92 MW de energia solar que foi leiloado em dezembro de 2013 pelo governo pernambucano, ao preço médio de R$ 228,63 por megawatt-hora (MWh). Segundo o governo, o valor é equivalente ao da energia tradicional.
Os contratos com outras três empresas vencedoras do leilão deverão ser assinados ainda neste semestre, com início do fornecimento previsto para 2016.
O leilão de Pernambuco foi o primeiro no país dedicado exclusivamente à energia solar. Em outubro do ano passado, a União também realizou um leilão nacional, em que negociou 31 novos empreendimentos de energia solar, com capacidade total de 890 MW e início da entrega para outubro de 2017.
Fonte-brasil247


Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//