Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

?Dirigíveis no transporte de cargas ¿




Os dirigíveis, que viveram sua era de ouro nos anos 1930 transportando passageiros e entraram em desuso após o incêndio do modelo alemão Hindenburg nos Estados Unidos, poderão voltar a ser vistos em breve no céu brasileiro.
Pelo menos essa é a expectativa de empresas que estudam usar aeronaves desse tipo para transportar cargas pela Amazônia.
Elas dizem que os dirigíveis poderiam ajudar a driblar os problemas de infraestrutura que afetam a região, que carece de boas rodovias.
O especialista em logística Augusto Rocha afirma, porém, que eles têm desvantagens com relação a aviões e barcos, como o fato de não voarem a uma velocidade muito alta e o custo elevado da tecnologia.
Uma das empresas que apostam no modelo é a brasileira Airship, que recentemente fechou seu primeiro contrato.
A empresa vai produzir dirigíveis para a Eletronorte transportar torres de transmissão, equipamentos e funcionários até a floresta. Eles são movidos a gás hélio (que não é inflamável como o hidrogênio usado no passado).
O dirigível da Airship, chamado de ADB-3, tem 130 metros de comprimento por 35 metros de diâmetro. Segundo a empresa, ele voa a uma altitude de até 500 metros, atinge até 120 km/h, e tem capacidade de transporte de até 30 toneladas.
Como comparação, o Boeing 747-8 é menor (76,4 metros de comprimento), mas tem capacidade maior de transporte de cargas (até 135 toneladas) e voa a até 913 km/h.
O projeto de desenvolvimento e construção do dirigível conta com uma linha de financiamento do BNDES de R$ 102 milhões e é tocado em São Carlos, interior de São Paulo. A data de entrega dos dirigíveis não foi informada, nem o custo previsto de tonelada transportada.
A Airship informa que planeja, futuramente, produzir dirigíveis que comportem cargas maiores (até 200 toneladas) e possam transportar grãos pelo país. Poderiam, ainda, ser usados pelo governo no monitoramento de fronteiras.
Assim como no caso da Airship, o foco principal da também brasileira Munguba Soluções Ambientais (Musa) é o transporte de carga pela Amazônia. A empresa vai usar dirigíveis e balões desenvolvidos pela alemã CargoLifter.
"Nossa proposta é fazer carga e descarga de produtos em barcos, que muitas vezes não conseguem chegar até os portos, especialmente na época da seca", afirma o diretor administrativo da Musa, Stefan Keppler.
Segundo ele, os balões poderiam ser usados, também, para erguer estruturas pesadas. "Para usar um guindaste, é preciso de um terreno estável, e a terra na Amazônia não proporciona essa condição", diz.
A empresa, porém, ainda não conseguiu tirar o projeto do papel por falta de financiamento e de um parceiro que aposte na tecnologia.
No começo deste ano, a britânica Hybrid Air Vehicles (HAV) lançou o Airlander, criado também para ser usado no transporte de cargas. O projeto conta com investimento do roqueiro e piloto profissional Bruce Dickinson, vocalista da banda Iron Maiden.
Fonte-uol

Doença misteriosa:
garoto está há um ano sem comer



Há um pouco mais de um ano atrás, Landon Jones parou de comer. Durante a noite, o apetite do garoto de 12 anos de idade, desapareceu sem aviso prévio, horas depois de ter comido uma pizza e uma taça de sorvete. As informações são do Daily Mail.
De acordo com o The Des Moines Register, ao acordar  na manhã de 14 de outubro de 2013 Landon já havia perdido o senso de fome e de sede.
O jovem era energético e gostava de sair em sua bicicleta e brincar no parque com seu irmão e seus amigos, no entanto, ele não consegue mais fazer isso. Ele estava doente e sofreu tonturas em quase todas as 24 horas do dia. Os pais de Landon, Michael e Debbie, já estão desesperados por ajuda, eles ainda não conseguiram descobrir o que há de errado com seu filho.
Em sua busca incessante por um diagnóstico correto, a família de Landon já foi em cinco cidades diferentes em todo os EUA. Um pediatra local em Waterloo, Iowa, prescreveu antibióticos, mas o garoto ainda não começou a sentir fome ou sede. Além do pediatra, médicos em Cedar Rapids, Des Moines, e Madison também foram consultados.
Os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA estão agora considerando oferecer uma consulta à Landon – eles só examinam o mais raro dos casos a cada ano.
Após seus pais tentarem incentivar ao máximo, o garoto raramente come mais do que um pedaço de sanduíche no almoço junto com algumas batatas fritas. Especialistas da Clínica Mayo, em Rochester acreditam que  este pode ser o primeiro caso deste tipo no mundo.
Especialistas irão tentar inserir um tubo de alimentação para ajuda a nutrir Landon diretamente através de seu estômago. O Sr. Jones disse acreditar que a doença de seu filho está ligada ao hipotálamo no cérebro de Landon, o mau funcionamento.
Agora, os pais de Landon estão apelando para qualquer um que possa ajudá-lo em qualquer lugar do mundo. Se você pode ajudar, entre em contato através do email: hawkeyext@cfu.net

DICAS DE SAÚDE



Estamos acostumados a seguir algumas medidas para a manutenção e melhora da nossa saúde que são amplamente difundidas e de conhecimento geral. E muitas dessas regrinhas são bastante simples: como a que diz que comer de forma saudável e se exercitar é essencial para perder peso, por exemplo.
Mas existem outras medidas que podem sair desse esquema tradicional e realmente funcionar para melhorar a saúde em vários aspectos, apesar de parecerem meio estranhas e pouco usuais.
As dicas a seguir (divulgadas no site da conceituada revista Time) realmente funcionam, de acordo com vários testes e pesquisas, mas elas podem até lhe deixar duvidando disso. Confira abaixo:

1 – Beber café para cochilar melhor

Quem diria que um café, em vez de atrapalhar uma soneca, poderia deixa-la mais proveitosa para você? Pois isso foi comprovado em um estudo japonês, que analisou como tirar o máximo proveito de um rápido cochilo.
Segundo a pesquisa, as pessoas que tiraram uma sonequinha de vinte minutos após consumir cerca de 200 miligramas de cafeína (o valor de uma a duas xícaras de café) se sentiram mais alertas e tiveram melhor desempenho em testes de computador do que aquelas que só cochilaram sem tomar a bebida.
Essa ação funciona da seguinte forma: um cochilo com duração de vinte minutos (que você tirou logo depois de tomar uma xícara de café) termina assim que a ação da cafeína começa, “limpando” o cérebro de uma molécula chamada adenosina e maximizando o estado de alerta.
Ou seja, o café que você tomou não vai influenciar naquele soninho gostoso, agindo apenas quando você já está para acordar de forma mais revigorada. “A adenosina é um subproduto da vigília e da atividade”, explicou Allen Towfigh, diretor médico do Instituto de Neurologia e Medicina do Sono de Nova York, à revista Time.
Segundo o especialista, conforme os níveis de adenosina aumentam, nos tornamos mais cansados. A adenosina, quando combinada com a cafeína, reduz ainda mais os seus efeitos e amplifica os efeitos da soneca. Essa dica vale principalmente para quem consegue um tempinho para recarregar as energias depois do almoço para retornar ao trabalho com mais disposição.

2 – Para dentes saudáveis, não escove logo após as refeições.

Calma, é para escovar sim, mas não imediatamente após comer. Segundo os especialistas, não escovar os dentes correndo após as refeições ou após ingerir certos tipos de bebidas, pode proteger os nossos dentes de uma ação corrosiva.
Frutas cítricas, outros alimentos ácidos, bebidas esportivas, tomate, refrigerantes (diet e regulares), podem amolecer o esmalte do dente e escová-los nesta fase pode acelerar o efeito da acidez, corroendo a camada inferior. A sugestão dos especialistas é que se espere de 30 a 60 minutos após as refeições para fazer a escovação.

3 – Para usar um tamanho menor, ganhe peso.

É claro que o peso em questão não deve vir de gordura, mas sim de massa muscular. Se mesmo assim você acha que não vai entrar em uma calça que hoje está apertada apenas fazendo musculação, continue seu treino com uma boa supervisão e, principalmente, seguindo uma nutrição que ajude nesse processo.
Por exemplo, se duas mulheres pesam 68 quilos e apenas uma faz exercícios com pesos, essa última será a mais provável em caber em uma calça de tamanho menor do que a sua colega sedentária. Da mesma forma, uma mulher de 68 quilos que faz musculação poderia muito bem usar o mesmo tamanho de uma mulher de 63 quilos que não se exercita.
Mas porque isso? A explicação é simples: apesar de um quilo de gordura pesar o mesmo que um quilo de músculo, o músculo ocupa menos espaço. Seguindo essa linha, você pode ganhar músculos maiores, mas ficar mais fino se perder gordura. Se esse é o seu objetivo, procure profissionais da área de fitness e nutrição sempre para lhe orientar.

4 – Evite bebidas energéticas quando você está cansado.

Muita gente consome bebidas energéticas acreditando que vai manter o pique em um trabalho noturno ou mesmo de dia após uma noite mal dormida. Mas será que isso não piora a situação?
De acordo com o que os especialistas informaram à revista Time, sim, o uso dos energéticos podem gerar efeitos desagradáveis. Isso acontece porque essas bebidas contêm até cinco vezes mais cafeína do que o café, mas o impulso que eles fornecem é muito rápido, levando a efeitos colaterais como nervosismo, irritabilidade e taquicardia.
Outra grande culpada por outros efeitos colaterais é a taurina, substância que está concentrada em altos níveis nessas bebidas. A taurina é um estimulante do sistema nervoso central e, combinada com uma boa quantidade de açúcar contido na bebida, gera consequências não muito legais.
A bebida eleva os picos de açúcar no sangue, apenas temporariamente, para falhar logo em seguida, deixando a pessoa lenta e desconcentrada, efeitos que podem leva-la a achar que ainda precisa de mais uma latinha para mantê-la acordada.

5 – Tome uma bebida quente para se refrescar.

Quando está aquele calorão abafado, sol à pino, e você não tem uma ar condicionado por perto, tudo que você deseja é uma bebida bem gelada e refrescante, não é verdade? Ela pode ajudar a aplacar o calor, certo? Bem, segundo a revista Time, dois estudos recentes mostraram que, na verdade, uma bebida quente pode ser mais eficaz para refrescar do que uma gelada.
Como assim? Quando você toma uma bebida quente, o corpo sente a mudança de temperatura e aumenta a sua produção de suor. Dessa forma, quando o suor evapora na sua pele, você esfria naturalmente.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Lula diz que voltará em 2018

O ex-presidente Lula deu um recado a aliados no domingo, 26, depois de Dilma ter vencido a reeleição: pretende interferir mais no novo governo da presidente e voltar ao Planalto em 2018. A informação foi confirmada pelo jornal Folha de S. Paulo, que ouviu diversos interlocutores próximos ao ex-presidente.
Segundo o jornal, a militância do PT já trata a notícia como oficial. Mas Lula terá 73 anos em 2018 e sua saúde é uma variável que pode fazê-lo mudar de opinião daqui a alguns anos. O petista se curou de um câncer na garganta em 2011, depois de deixar a presidência.
Lula pode ter suas pretensões frustradas se Dilma fizer um segundo governo impopular e mantiver o país em recessão. Por isso, ele pretende atuar de forma mais efetiva neste segundo mandato da presidente para pavimentar sua futura candidatura.
Lula deve aconselhar Dilma a se distanciar dos movimentos sociais, dialogar com empresários e descentralizar suas ações. Ele também quer ser mais ouvido na definição de novos nomes do governo e na articulação com o Congresso.
Em entrevista nesta terça, 28, Dilma disse, “O que o Lula quiser ser, eu apoiarei”.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Vitória de Dilma fortalece planos para a volta de Lula em 2018

A vitória de Dilma Rousseff nas eleições presidenciais do último domingo, 26, deu novo fôlego para uma possível candidatura de Lula em 2018. Tido como o nome mais forte do PT, Lula tem o apoio de grande parte da legenda.
Na manhã de domingo, antes de votar, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, disse que se Lula tiver disposição e manifestar interesse em se candidatar, terá o seu apoio e de grande parte do partido.
“Eu já falei outras vezes sobre isso. Eu pessoalmente sou a favor que o presidente Lula seja candidato em 2018. Naturalmente, isso vai depender, primeiro, da disposição dele. Mas ele tem dito que sempre se colocará à disposição do PT. Eu tenho certeza que o presidente estará à disposição do PT no momento preciso em que se abrir o processo para escolher a nossa candidatura”, disse Falcão.
Não é a primeira vez que Falcão fala em manter o PT no poder até 2022. Em uma entrevista dada em junho, ao site Último Segundo, o presidente do PT disse que a ideia do partido era eleger Dilma este ano, abrindo caminho para a volta de Lula em 2018. “Se o PT pedir, ele volta”, disse Falcão.
Outro petista que já declarou publicamente apoio a Lula foi o ministro-chefe da Casa Civil, Aloisio Mercadante. “Não sei o que ele será, mas serei cabo eleitoral. O que ele quiser disputar, terá meu apoio”, disse o ministro no último domingo.
No entanto, Lula ainda não se posicionou sobre a possibilidade de se candidatar. No domingo, logo após votar, Lula disse que “ainda é muito cedo para pensar em 2018”. “Não me passa pela cabeça discutir 2018 agora. O que eu quero é que a Dilma ganhe as eleições. Penso política até o último dia da minha vida”.

Com 51,6% dos votos Dilma é reeleita presidente do Brasil

Por uma margem de apenas três pontos, a presidente Dilma Rousseff foi reeleita neste domingo, 26, para um segundo mandato como presidente da República. A petista vai governar o Brasil por mais quatro anos, entre 2015 e 2018. O resultado é o mais apertado desde a redemocratização.
Com cerca de 98% das urnas apuradas, às 20h31, a petista registrava 51,6% dos votos, e o candidato tucano Aécio Neves marcava 48,55%, não podendo mais superar a presidente. A petista teve uma vitória expressiva nos estados do Norte e Nordeste do país, enquanto o tucano levou o Sul, Sudeste (exceto Minas e Rio) e Centro-Oeste.
Com 100% das urnas apuradas, Dilma ficou com 54,4 milhões de votos válidos (51,64%) e Aécio com pouco mais de 51 milhões de votos (48,36%). Neste turno,a petista venceu em 15 estados e Aécio em 12 e no Distrito Federal,enquanto no primeiro turno Dilma venceu também em 15 estados e o Aécio em nove e na capital do país.
A vitória estreita prenuncia um segundo mandato muito mais difícil e uma presidente enfraquecida politicamente. Dilma terá de enfrentar uma oposição revigorada e uma economia em crise, com baixo crescimento e inflação alta.
Os votos brancos somaram 1,71% do total, e os nulos, 4,64%. A abstenção ficou em torno de 21,03%, ou 29,4 milhões de eleitores.

sábado, 25 de outubro de 2014

Igreja católica discute como reconhecer 2º casamento



O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Raymundo Damasceno Assis, disse hoje (23) que a Igreja Católica está discutindo a possibilidade de reconhecer casais formados por divorciados que estejam em segunda união. O assunto foi tratado durante a 3ª Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos, de 5 a 19 deste mês, no Vaticano, com o tema Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização.
Segundo dom Damasceno, há consenso quanto à indissolubilidade do matrimônio, mas o sínodo não desconheceu situações especiais que muitas casais têm hoje. São pessoas que contraem novo matrimônio, continuam participando das atividades da igreja, atuando nas comunidades, com uma vida estável e assumindo sua responsabilidade quanto à educação dos filhos, disse ele. "E [esses casais] são desejosos de comungar e se confessar. Então, a igreja está aprofundando essa temática para ver, caso a caso, que soluções dar para essas situações.”
O cardeal ressaltou que não houve mudança doutrinal. Ele explicou que o sínodo foi dividido em duas etapas e que o documento final com as conclusões será proclamado pelo papa na segunda fase, em outubro do ano que vem. Foi preparado, no entanto, um documento com o resumo das discussões que será encaminhado às dioceses e conferências episcopais para ser aprofundado e receber contribuições.
Dom Damasceno, que é arcebispo de Aparecida, em São Paulo, informou que, durante o sínodo, foram apresentadas sugestões sobre como tratar o assunto. De acordo com ele, muitos casais procuram o tribunal eclesiástico para anular o primeiro matrimônio. O cardeal acredita que é possível simplificar esse processo, que normalmente se dá em duas instâncias. “É uma proposta reduzir somente à primeira e dar poder maior ao bispo para a tomada de decisão nesses casos.”
Outra possibilidade apresentada é de udotar a prática das igrejas orientais que, segundo dom Damasceno, admitem a comunhão de casais em segunda união após um processo de acompanhamento, conversão e análise da situação deles ao longo da vida matrimonial. “Mas não são normas gerais, há normas a serem aplicadas caso a caso”, ressaltou.     
No Brasil já existe o acompanhamento desses casais em algumas dioceses, pelas pastorais de casal em segunda união. O cardeal ressaltou, entretanto, que não houve, durante o sínodo, compartilhamento de iniciativas semelhantes para homossexuais.
“Não é matrimônio, nem família. Não se pode equiparar a união civil de casais do mesmo sexo ao matrimônio entre homem e mulher, que é uma união aberta à geração da vida. Mas essas pessoas, que procuram a igreja, devem ser respeitadas e acolhidas. Há consenso sobre isso. A igreja não discrimina e atende aos cristãos batizados que querem participar da comunidade, mas não significa que a igreja esteja apoiando esse tipo de união”, disse o arcebispo.

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//