Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 3 de maio de 2014

Não foi Deus quem fez o sofrimento

Enquanto era inocente, o homem não conheceu o sabor amargo do sofrimento: era plenamente feliz no paraíso terrestre. Por esta razão o sofrimento é apenas conseqüência do pecado, o homem sofre porque se tornou pecador.
Como a sombra acompanha o corpo, assim o sofrimento acompanha o pecado. Nem sempre o acompanha imediatamente, às vezes até parece ser-lhe remitido neste mundo, porém, cedo ou tarde virá.
O sofrimento entrou no mundo pela porta do pecado e aqui permanecerá enquanto este reinar, a saber, até o juízo final.
Cumpre compreender isto de uma vez por todas e não atribuir a Deus o que dEle não procede.
Deus não é o autor do sofrimento, das desgraças, das lágrimas, como não é o autor do pecado.
Foi o homem, o próprio pecador que se reduzia a tão triste condição. E é porque descendemos do homem pecador, do homem decaído, que jazemos no estado de miséria e de decadência em que ele se despenhou.
Em suma, somos condenados neste mundo ao sofrimento porque somos pecadores.
Assim, pois, quando sofremos, não nos queixemos de Deus: imputemos o sofrimento só ao pecado, aos maus, que são homens de pecado, ao demônio, instigador do pecado, enfim, a nós mesmo que o cometemos.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//