Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Consolo em tempos de críse


11 E aconteceu que, no dia seguinte, ele foi à cidade chamada Naim, e com ele iam muitos dos seus discípulos, e uma grande multidão;
12 E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.
13 E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.
14 E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o que fora defunto assentou-se, e começou a falar.
15 E entregou-o à sua mãe.
16 E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou o seu povo.
17 E correu dele esta fama por toda a Judéia e por toda a terra circunvizinha.
            Lucas 7:11-17

            No contexto bíblico, podemos extrair grandes lições para nossa vida, como observaremos nos tópicos a seguir:
1.Cidade de Naim: um povoado próximo de Nazaré
2.A viúva e o seu filho
3.Duas multidões: uma seguia Jesus e a outra seguia para o sepultamento do filho da Viúva
4.Os gestos de Jesus ao ver a Viúva naquela situação
5.As palavras de Jesus
6.Atitude de Jesus em relação à situação
7.A restituição do que estava perdido

1- Cidade de Naim: um povoado próximo de Nazaré –  às vezes o local onde passamos maior parte do nosso tempo, repercute em nosso cotidiano, pois o nome viúva de Naim, não era por um acaso, pois naquele momento pela especificidade no texto entendemos ser a única viúva naquele dado momento.    Por vezes acontece conosco quando atravessamos momentos adversos em que não esperamos, e a partir desses momentos somos nomeados pela situação, por algumas características que temos, pelo local que passamos maior parte do nosso tempo, enfim, mas independentemente como sejamos conhecidos, o que importa é sua vida, porquanto as condições desfavoráveis são solos propícios para conhecermos o poder de Deus que se aperfeiçoa em nossas fraquezas.

2- A viúva e o seu filho, a viúva  - Assim conhecida, representava no contexto a figura de uma pessoa que enterraria suas ultimas esperanças, ou porque não dizer o seu único filho que representara para ela muitas coisas, tais como: a vida que saíra das suas entranhas, sua companhia, quem poderia prover seu sustento, ajudá-la em seu cotidiano, enfim contribuir com ela no que precisasse, pois já estava avançada em idade não tinha como casar muito menos ter filhos. Por vezes essa viúva, representa determinadas situações em que passamos em nosso interior quando nos deparamos com a solidão, com o desprezo, ausência de ânimo, falta de coragem, falta de credibilidade, o local em que estamos por vezes não contribui conosco, o tempo às vezes torna o nosso inimigo principalmente quando estamos esperando por algo que não conquistamos ainda. Posso imaginar que cada passo ela refletia é meu único filho, às vezes você reflete cada minuto já se foi mais um momento, parece que tudo está desmoronando ao seu redor, não fique assim ainda não é o fim, nada acabou ainda, há um Deus que muda os tempos e as horas em seu favor, porquanto Jesus ama você, e Ele fará uma coisa nova em sua vida.

 3- Duas multidões: uma seguia Jesus e a outra seguia para o sepultamento do filho da Viúva - A primeira multidão que seguia Jesus esta tinha esperança, estava sempre presenciando milagres e maravilhas, a segunda já estava a caminho do cemitério para enterrar o único filho daquela pobre viúva. Essas multidões por diversas vezes estão presentes em nosso cotidiano seja no tempo feliz ou de tristeza, porquanto sempre presenciaremos pessoas que esperavam nosso êxito nas mais variadas áreas da nossa vida, como também a outra multidão que está querendo ver nossos sonhos e esperanças sendo enterrados. Ora quantos de nós não estamos propensos a isto, mas não se deixe levar pela segunda multidão ainda que as coisas estejam se convergindo em sentido contrário ao que você esperava, às vezes falta até forças para prosseguir a jornada, mas não desista. Pois, nas horas que você pensa que está só na multidão, Jesus vem ao seu encontro para trazer esperança. É bom refletirmos de que lado da multidão estamos pois a melhor coisa da vida é andarmos ao lado de quem tem esperança, determinação, e que possa transmitir a verdadeira razão de viver e de conquistar o impossível pela fé.

4- Os gestos de Jesus ao ver a Viúva naquela situação - Como diz o relato bíblico “E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela”, às vezes em nosso cotidiano se deparamos com pessoas que não dão muita importância ao que somos ou a fase difícil que passamos, e principalmente quando precisamos de uma atenção especial. Mas, vejamos que Jesus se importa com os necessitados, e demonstra o verdadeiro amor que têm por toda humanidade sem exceção independentemente o que estas representem ou da fase que atravessem na vida, você tem um valor especial, saibas que o Senhor compreende cada momento de fraqueza que você passa, às vezes podes ser julgada (o) por alguma coisa, mas só Ele sabe o que você está sentido por dentro, por isso que Ele tem intima compaixão de você e sabe o ponto principal que precisa de ajuda, Ele não abandonará você antes fará o que você não pode e irá onde você não pode ir.

5- As palavras de Jesus - Quando Jesus disse: Não chores, não foram apenas duas palavras, mas acompanhada de consolo. Porquanto, as palavras de Deus têm poder e eficácia plena quando a ouvimos produz fé. Quantas pessoas na multidão que acompanhavam aquela mulher não tentaram consolá-la dizendo: “pare de chorar é assim mesmo” e se conforma, mas a palavra proferida pela multidão não tinham poder para fazê-la parar de chorar. Só Jesus levava consigo as palavras que poderiam consolá-la e restabelecer sua vida. Não é diferente em nossas vidas quando as muitas palavras que ouvimos não podem conter muito menos confortar a nossa vida, mas Ele sabe o ponto chave em que precisa ser trabalhado seja no lado emocional, seja integridade das partículas dos sonhos que se perderam no caminho da vida, seja ansiedade por aquilo que ainda não chegou ou ainda está faltando em sua vida, entre outras. Existem momentos certos e pessoas certas no encontro especial, você desfrutará do consolo de Deus que alimentará suas esperanças e seu ânimo para que veja o resultado acontecer.

6- Atitude de Jesus em relação a situação -  Jesus além de suas palavras Ele faz, por vezes recebemos promessas humanas, que não passam de verdadeiras desilusões quando observamos que não passa de falsa promessa. Contudo, às atitudes do Mestre Jesus demonstra o verdadeiro sentido de suas palavras que produzem o efeito necessário para aquilo que incomoda o nosso sentimento, nosso desejo, ou porque não dizer nosso sonho, é exatamente neste momento que Ele move, livra, interage, estabelece, estende sobre nós atitudes que vislumbra o quanto nos ama. Na vida da viúva Ele tocou o esquife (o cadáver) e os que levavam pararam, segundo a tradição judaica as pessoas mortas eram levadas envolto de lençóis em cima de uma tábua ou maca, e o que tocasse no defunto era considerado impuro. Mas, vejamos que Jesus resolveu quebrar os tabus humanos para demonstrar a todos nós pecadores, que ainda tem jeito para nossa vida ainda que às vezes você esteja sendo conduzido(a) por algumas coisas desta vida, Jesus vai ao seu encontro e a concepção que as pessoas tinham de você passa a ser mudada, porquanto Deus escolhe as coisas vis, as desprezíveis e as que não são para aniquilar as que são, não tem problema se alguém considera que você não tem valor ou se por algum defeito as pessoas a(o) condenam, tenha certeza que as atitudes do Mestre é de socorrê-la(o) na adversidade em qualquer fase, não se preocupe todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, ainda hoje Ele converte lágrimas em sorrisos, solidão em companhia, sonho em realidade, caminho de frustração em conquistas. Que para tanto somos pequeninos para compreender a soberania de Deus os desígnios d’Ele para nossa vida, caminhe, prossiga nessa jornada da vida e se entregue a quem pode fazer alguma coisa por você, não confie em suas meras forças diante da tamanha dificuldade que está acima do seu limite de alcance, deleite-se sobre as palavras do Mestre Jesus e prossiga com perspectivas de quem já nasceu para vencer.

7- A restituição do que estava perdido - E por fim o Senhor diz a última palavra: “Levanta-te”, e o defunto sentou-se e começou a falar, a última palavra e o veredicto final da sua vida pertencem a Deus, quando Ele ordena tudo converge para objetivo de suas palavras, Ele tem o domínio sobre a vida sobre a morte, nada acontece sem a permissão de Deus, foi permissão divina o único filho de a viúva morrer, para que ela desfrutasse do favor de Deus e conhecesse o poder de Deus que atua fazendo o que é impossível aos olhos humanos se tornarem possíveis. Não será diferente na sua vida tem momentos que você não tem nem palavras para expressar o que você está sentindo por dentro, mas Ele sabe e trabalha por aquele que n’Ele confia. E por fim restitui o que estava perdido, pois se a situação não fosse resolvida pelo Mestre Jesus, ela teria que mendigar, mas Ele age no momento certo, saiba que no momento certo tudo volta ao lugar, e serás restituída (o) do que estas precisando para continuares a jornada da vida, isso em todas as lacunas existentes dentro do seu ser, Jesus está dando a ordem LEVANTA-TE do estado em que você se encontra (sem esperança, desacreditando de tantas coisas, ou mesmo seguindo uma jornada de enterrar os propósitos e sonhos que Deus reservou para você, sem forças, sem desejo de prosseguir, deixar tudo para trás), nada vai permanecer do mesmo jeito se você der crédito as palavras d’Ele, você sentirá a mudança que Ele fará por amar você, e o que ainda não foi estabelecido ser, o que não foi constituído ser, deleite-se nos propósitos de Deus e sinta o regozijo em sua alma e em todas esferas da sua vida.


Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//