Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

domingo, 27 de abril de 2014

O SOPRO QUE REVITALIZA

Durante o tempo pascal, ouvimos o relato de várias manifestações de Jesus ressuscitado. Com suas aparições, o Mestre quer dar aos seus discípulos, ainda medrosos e inseguros, a certeza de que Ele não permanece sob a pedra sepulcral, mas se encontra bem presente na vida das comunidades.
Reunidos por medo e buscando certa segurança trancando as portas, os discípulos recebem a visita inesperada de Jesus, que lhes deseja o dom da paz e sopra sobre a comunidade o Espírito de vida e esperança. As aparições de Jesus têm como objetivo alimentar a fé e provocar a transformação dos apóstolos medrosos em homens e mulheres corajosos e testemunhas da ressurreição.
Com a presença e o sopro do Ressuscitado, é possível abrir as portas e partir com otimismo e sem medo para a missão. Com ele somos capazes de compartilhar os valores do evangelho: o amor, a paz, a solidariedade e a justiça.
O Vaticano II, que completou cinquenta anos, promoveu a abertura de portas e janelas para que o sopro de Deus entrasse novamente na Igreja e a transformasse numa comunidade dinâmica, viva, aberta, presente no mundo e comprometida com o projeto de Jesus. Nada de portas e janelas trancadas! A Igreja é a “advogada da justiça e a defensora dos pobres diante das intoleráveis desigualdades sociais e econômicas, que clamam ao céu”.
Como diz o papa Francisco, nada de medo e encurralamento, é preciso ir às periferias de nossas cidades e proclamar o amor e a misericórdia de Deus. “As paróquias, as escolas, as instituições são para sair. Se não o fizerem, tornam-se uma ONG, e a Igreja não pode ser uma ONG”. Nada de se encastelar em sacristias confortáveis nem de ficar sentados em cátedras macias. A Igreja não pode mofar, enclausurada entre quatro paredes com portas e janelas fechadas.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//