Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 19 de abril de 2014

Corvo um dos animais mais inteligentes do mundo

De antigas pinturas rupestres na França ao último quadro de Van Gogh, os membros da família dos corvos, ou corvídeos, inspiraram a mitologia e a literatura devido à ideia de que a sua inteligência é superior à de outros animais. Embora grande parte das pesquisas existentes tenham se concentrado em provar que esses Einsteins aviários usam métodos criativos para realizar tarefas complexas, sabe-se surpreendentemente pouco sobre os limites dos seus pequeninos cérebros. Mas em um novo estudo, publicado recentemente no periódico on-line PLOS ONE, Sarah Jelbert e seus colegas da Universidade de Auckland conduziram uma série de experimentos com corvos-da-nova-caledônia para explorar justamente isso.
Ao recriar a cena da fábula de Esopo “O corvo e o jarro”, os pesquisadores revelaram que os corvídeos não são apenas capazes de compreender que objetos sólidos deslocam volumes de água, mas, ainda mais importante, parecem ser capazes de entender a relação causal entre as propriedades de tais objetos e os efeitos causados por eles.
Antes dos testes serem iniciados, os pesquisadores ensinaram os pássaros a pegar pedras com seus bicos. Em seguida foram apresentados aos corvos dois tubos, um meio cheio com água, e outro com a mesma quantidade de areia. Ambos continham um cubo de carne que estava fora de alcance. Os pesquisadores perceberam que os corvos depositavam uma porcentagem maior de pedras no tubo que continham água até que a recompensa flutuante estivesse ao alcance de seus bicos. O tubo cheio de areai foi ignorado na maioria dos casos.
Variações desse experimento revelaram que os corvos consistentemente se voltavam para o tubo com um nível de água mais alto que outro menos cheio. Eles também escolhiam objetos que afundam como borrachas, ao invés de objetos flutuantes feitos com isopor como um expediente para aumentar o nível da água. Objetos ocos também foram deixados de lado quando uma alternativa sólida mais proveitosa de mesmo peso, cor e tamanho eram oferecidas.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//