Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Católico e egoísmo não combinam

Haverá coisa mais ridícula que um católico que não se preocupa com os outros?
Não tomes como pretexto a tua pobreza: a viúva que colocou duas moedas na caixa das esmolas do Templo (Mc 12,42) insurgir-se-ia contra ti; assim como São Pedro, que dizia ao coxo: «Não tenho ouro nem prata» (Act 3,6); e São Paulo, que era tão pobre que muitas vezes passava fome.
Não recorras à tua condição social, pois os apóstolos também eram humildes e de baixa condição. Não invoques a tua ignorância, porque eles eram homens iletrados.
Mesmo que fosses escravo ou fugitivo, poderias sempre fazer o que depende de ti. Foi o que sucedeu com Onésimo, que é elogiado por São Paulo (Flm; Col 4,9). A tua saúde é frágil? Também a de Timóteo o era.
Sim, independentemente do que somos, todos podemos ser úteis ao nosso próximo, se quisermos verdadeiramente fazer o que está dentro das nossas possibilidades.
Vês como as árvores da floresta estão vigorosas, belas, elegantes? E, no entanto, nos nossos jardins, preferimos árvores de fruto ou oliveiras cobertas de frutos. Belas árvores estéreis […], tal como os homens que apenas têm em conta os seus próprios interesses. […]
Se a levedura não faz levedar a massa, não é verdadeiro fermento. Se um perfume não inebria os que se aproximam, poderemos dizer que é um perfume?
Não digas que é impossível exercer boa influência nos outros porque, se és verdadeiramente católico, é impossível que não aconteça nada; isso faz parte da própria essência do catolicismo. […] Seria tão contraditório dizer que um católico não pode ser útil ao seu próximo como negar ao sol a possibilidade de iluminar e aquecer.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//