Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

domingo, 25 de agosto de 2013

Chuva sólida

Um engenheiro químico mexicano afirma ter a solução para o problema da seca. Sérgio Jesus Rico Velasco desenvolveu e patenteou a “Chuva Sólida”, um pó capaz de absorver grande quantidade de água e liberar aos poucos no solo.
O material é feito de um tipo de polímero absorvente desenvolvido nos anos 1970 pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Inicialmente, o produto era usado em fraldas infantis, mas Velasco percebeu que, com algumas alterações, o produto poderia ajudar a combater a seca.
A versão criada por Velasco pode ser misturada ao solo e absorve até um litro de água com apenas 10 gramas. O engenheiro montou sua própria empresa e vem vendendo a Chuva Sólida no México há 10 anos. O governo do país afirma que o produto amplia a colheita em 300%. Com o crescente temor da falta d’água, a venda da Chuva Sólida aumentou e a empresa já exporta o produto para locais áridos da Austrália e da Índia.
Edwin González, vice-presidente da Chuva Sólida, afirma que o produto é natural e não causa danos ao solo nem à plantação. Dependendo da qualidade da água, o pó pode durar de oito a dez anos no solo. Para cada hectare é preciso usar 50 quilos do produto, quantia que custa em torno de R$ 3.500.
Contudo, muitos não estão convencidos de que a Chuva Sólida seja a solução para a seca. Linda Chalker-Scott, professora da Universidade do Estado de Washington, diz que “não há evidência científica de que o produto armazena água por um ano”.  “Outro problema prático é que esse gel pode também causar problemas. Isso porque à medida que eles secam, ele vai sugando a água ao redor dele mais vigorosamente. E assim ele desvia a água que iria para a raiz das plantas”, diz a professora. Para Linda, usar  adubo de lascas de madeiras é uma alternativa mais eficaz e econômica.


Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//