Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 29 de junho de 2013

Veja o tamanho dos outros planetas em relação à Terra

Por conta da distância, é difícil para nós entendermos o tamanho exato dos outros planetas do nosso sistema solar. Para ajudar a entender a dimensão de cada planeta em relação à Terra, o artista Ron Miller, criou uma série de imagens mostrando qual seria o tamanho de cada um se estivesse no lugar da Lua.
A primeira foto mostra a Lua em uma noite no Death Valley, EUA. Em seguida, outros planetas são colocados no lugar do satélite, mantendo sempre a escala de tamanho exata de cada um. Confira o resultado abaixo.

                                                                     LUA




                                                                VÊNUS




                                                              MERCÚRIO


                                                             MARTE

                                                          JÚPITER

                                                  SATURNO

                                                         URANO


                                                           NETUNO



Passe Livre Estudantil para todo país será votado na próxima quarta-feira

Sob a onda de bondade parlamentar, o Senado vota na próxima quarta-feira a proposta de Passe Livre Estudantil para todo o país. Nesta quinta, 27, os parlamentares confirmaram a necessidade de votar com urgência o projeto, em mais uma ação para conter as manifestações nas ruas. O Palácio do Planalto pediu ao Ministério da Fazenda levantamento dos custos da iniciativa.
O projeto foi apresentado à Casa pelo presidente Renan Calheiros, que também sugeriu a urgência da tramitação. Somente o senador Aloysio Nunes Ferreira, do PSDB, foi contrário ao pedido, alegando que a proposta precisaria passar pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para avaliar a gratuidade do transporte público para estudantes em todo país. “É uma irresponsabilidade essa correria para aprovar tudo assim”, afirmou o líder do PSDB.
Calheiros argumentou a necessidade de rapidez no processo para não contrariar as manifestações e  justificou que tal custo virá da exploração de petróleo da camada pré-sal. Serão os royalties da parcela da União que custearão o passe livre. “É a primeira vez que nós temos a definição clara de quais recursos suportarão o passe livre”, confirma. Ele explicou que as passagens gratuitas serão para estudantes matriculados, com frequência comprovada, e que usem o transporte local.
Segundo o texto da proposta, “fica instituído o programa Passa Livre Estudantil, que vai assegurar a gratuidade no sistema de transporte coletivo local, para o estudante de ensino fundamental, médio ou superior, que esteja regularmente matriculado e com frequência comprovada em instituição pública ou privada de ensino”.
Fonte-opinião



Deputado Natan Donadon é preso

O deputado Natan Donadon (PMDB-RO) se apresentou à Polícia Federal em Brasília na manhã desta sexta-feira, 28, segundo informou a assessoria do parlamentar. A informação foi confirmada pela Polícia Federal poucas horas depois.
Donadon estava sendo procurado desde que recebeu ordem de prisão imediata do Supremo Tribunal Federal (STF) na quarta-feira, 26, por peculato e formação de quadrilha. A decisão traz implicações diretas para os quatro deputados condenados no escândalo do mensalão. Representa também a primeira vez desde 1988 que um parlamentar em exercício teve a sua prisão decretada pela mais alta corte do país.
Donadon foi condenado, em 2010, a 13 anos, quatro meses e dez dias de prisão por desviar R$ 8,4 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia, quando ocupava o cargo de diretor financeiro da instituição. Apesar da condenação, o deputado recorria ao Supremo alegando contradições na sentença. Na quarta-feira, a protelação teve fim quando, por 8 votos a 1, os ministros do STF determinaram que não cabe mais recurso e que a sentença seja cumprida de imediato. Na quinta-feira, 27, o PMDB de Rondônia comunicou a expulsão do deputado do partido.
Na prisão, Natan Donadon se juntará ao seu irmão, o deputado estadual Marcos Donadon, também expulso do PMDB e preso em Rondônia na madrugada de sexta-feira por envolvimento no mesmo esquema de desvios. Os irmãos operaram na Assembleia Legislativa de Rondônia entre julho de 1995 e janeiro de 1998.
Fonte-opinião



quinta-feira, 27 de junho de 2013

Projeto que torna corrupção crime hediondo passa no Senado

O projeto de lei que altera o Código Penal e torna corrupção um crime hediondo foi aprovado em votação no Senado nesta quarta-feira, 26. A punição para o crime será mais severa, sendo prevista pena de 4 a 12 anos de reclusão mais multa, atualmente a reclusão é de 2 a 12 anos. A qualificação como crime hediondo impede a concessão de anistia e o livramento mediante pagamento de fiança, assim como prevê prisão em regime fechado.
O texto segue para a Câmara de Deputados e, caso seja alterado, retorna ao Senado para depois ser sancionada lei pela presidente Dilma.  Durante a reunião com governadores e prefeitos na segunda-feira, 24, a presidente defendeu uma legislação mais dura para o crime de corrupção, tentando responder de forma rápida às demandas da população que manifesta nas ruas e tem como principais temas o combate à corrupção e à impunidade.
Segundo a proposta, é considerado corrupção ativa quando um funcionário público leva vantagem indevida para a prática de determinada ação de ofício e corrupção passiva, quando funcionário público solicita ou recebe vantagem indevida em razão da função que ocupa. O ato de exigir benefício em função do cargo ocupado, chamado de concussão, também passaria a ser considerado crime hediondo.
O relator do projeto, senador Álvaro Dias, incluiu no texto outros dois crimes que passam a ser hediondo e tiveram as penas previstas aumentadas: peculato, quando funcionário se apropria de bem público, e o de exação, quando servidor público cobra indevidamente imposto ou contribuição social. Ambos tiveram aumento da pena mínima para quatro anos de reclusão, prevendo pena máxima de 14 anos.
As emendas sugeridas foram: aumentar em um terço o período de reclusão para peculato, caso seja cometido por político ou membro de carreira do estado, e inclusão de homicídio simples no projeto e as suas formas qualificadas como crime hediondo.
Fonte-opinião

Congresso Nacional: Congresso votou uma enxurrada de legislações destinadas a acalmar as ruas

Sob pressão para agir rápido após semanas de protestos de rua, o Congresso Nacional, conhecido por sua lentidão e ineficácia, votou, nos últimos dias, uma enxurrada de legislações destinadas a aplacar a frustração coletiva com tudo isso que está aí, desde a corrupção a escolas e hospitais inadequados e a falta de segurança e serviços públicos.
A série de votações começou na terça-feira, 25, à noite, e foi retomada na quarta-feira.  Mais votações são esperadas nesta quinta-feira, 27, com parlamentares prometendo até adiar parte do recesso de julho se for necessário.
“O Congresso Nacional nunca trabalhou tanto ou tão rápido”, afirmou David Fleischer, analista político e professor universitário em Brasília, em entrevista ao jornalWall Street Journal. “A última vez que o Congresso trabalhou com tanta urgência foi na década de 1960 para considerar a formação de um sistema parlamentar como o objetivo de evitar uma guerra civil”.
Resultados
Uma das primeiras medidas votadas na Câmara nesta terça-feira derrubou a PEC 37, uma proposta amplamente ridicularizada nos protestos de rua, que tiraria poderes de investigação do Ministério Público e impediria que promotores investigassem, por exemplo, atos de corrupção entre parlamentares.
Em seguida, a Câmara aprovou uma lei que destina 75% dos royalties do pré-sal para a educação e 25% para a saúde, potencialmente acrescentando dezenas de bilhões de dólares a esses orçamentos na próxima década.
O Supremo Tribunal Federal também acelerou seu ritmo, ordenando a prisão do deputado Natan Donadon, condenado em 2010 a 13 anos de prisão por peculato. Até agora, Donadon havia usado brechas legais para esquivar-se da pena de prisão e ainda estava servindo no Congresso.
Críticos do governo argumentam que as votações no Congresso representam uma resposta inadequada e populista aos protestos. O problema, afirmam, não é que falte dinheiro para a educação, por exemplo, mas a finalidade e a qualidade dos investimentos feitos na área. O orçamento que o Brasil destina à educação já é grande para os padrões internacionais.
Fonte-opinião


segunda-feira, 24 de junho de 2013

Nos bastidores do Congresso, especulou-se a necessidade de decretar Estado de Defesa no país para reprimir manifestações

Uma matéria do Correio Braziliense publicada na última sexta-feira, 21, e reproduzida pelo portal de notícias do Senado, afirma que o Congresso Nacional especulou, na semana passada, a necessidade de decretação de Estado de Defesa no país para diminuir a pressão nas ruas. Segundo o jornal, porém, os interlocutores do governo descartaram essa possibilidade.
Nesta sábado, a revista Consultor Jurídico (Conjur), citou a entrevista da professora de Direito Penal da Universidade de São Paulo (USP) e conselheira da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil Janaína Paschoal, em que ela manifesta sua apreensão sobre o atual quadro de protestos pelo país, agravado pela violência, culminar em um Estado de Defesa e de Sítio.
“Uma onda de protestos sem foco e sem liderança, e com atos de violência, pode ensejar uma situação de Estado de Defesa e de Sítio. Já vimos esse filme em 1964, é o que mais me preocupa. Meu temor é de chegarmos a um acirramento, a uma quase irracionalidade. Não me agrada a forma como os protestos estão se desenrolando. São todas bandeiras legítimas, mas tocam em temas complexos, e as autoridades precisam de tempo para dar uma resposta. (…) O Brasil está entrando em uma espiral que pode não ter volta”, disse Janaína.
Em seu blog, o historiador e comentarista Marco Antonio Villa explica como o Estado de Defesa funcionaria no atual contexto de manifestações, saques e violência no país: “A presidente poderá adotar somente nas cidades onde a tensão permanecer (especialmente onde haverá jogos da Copa das Confederações) o Estado de Defesa, que antecede o Estado de Sítio”.
Entenda o que é estado de defesa
No Brasil, o Estado de Defesa – cujo nome é criticado por não ser “estado de emergência”, deve ser decretado pela presidente da República após ouvir previamente os conselhos da República e o de Defesa Nacional, mas sem necessidade de autorização prévia do Congresso. A presidente precisará enviar o texto do decreto para avaliação do Congresso em até 24 horas após anunciá-lo.  O Congresso tem dez dias para confirmar (com maioria absoluta) ou revogar a medida. Sendo medida temporária, o Estado de Defesa vale tão somente por até 30 dias, permitida prorrogação por até igual período.
O Estado de Defesa é previsto no artigo 136 da Constituição e suspende algumas garantias individuais. Pode ser decretado, por exemplo, “para preservar ou prontamente restabelecer, em locais restritos e determinados, a ordem pública ou a paz social ameaçadas por grave e iminente instabilidade institucional”, diz a Constituição.
As consequências durante o Estado de Defesa poderão ser restrição aos direitos de reunião, sigilo de correspondência e comunicação telegráfica e telefônica, ocupação e uso temporário de bens e serviços públicos, além de prisão de até 10 dias por crime contra o Estado.
Fonte-opinião


sábado, 22 de junho de 2013

Não adianta: Ônibus interurbanos terão reajustes de tarifas

Não bastasse o clamor nacional iniciado com a alta das tarifas de transportes municipais, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pode incitar mais manifestações populares. O órgão prepara resolução para reajuste das tarifas de ônibus de rotas interurbanas, interestaduais e internacionais para Julho, como de praxe todos os anos. Os valores pesarão no bolso dos usuários das regiões metropolitanas – justamente o foco das manifestações – que transitam em conurbações num raio de 65 km.
O reajuste da ANTT é nacional e sai por Resolução todo 1º de Julho. Ano passado, o índice foi de 2,87% para ônibus ‘semiurbanos’. Em 2011, a facada foi de 4,63%.
A agência também reajusta pedágios de rodovias, como a presidente Dutra Rio-SP, e da Ponte Rio Niterói, que foi fechada pela polícia na Quarta por causa dos protestos.
Procurada pela coluna, a assessoria da ANTT não se manifestou se, diante das manifestações, vai manter a regra de reajustes das tarifas.
Dentro do PT, repete-se o discurso de quem ouviu há dias o ex-presidente Lula, sobre um discreto chamamento partidário para seu retorno na disputa em 2014. Lula não quer entrar na campanha (por ora), e usa o exemplo do efeito em Michael Schummacher, heptacampeão de F1: ‘Quando resolveu voltar a correr, foi um fracasso’.
O jovem Miguel Araújo, de São Luís (MA), mandou nas redes sociais, na Quarta, um bom recado: ‘Nada de queimar lixeiras. Nós já temos pouquíssimas’; e ‘Nada de queimar ônibus. Se os que já temos são ruins, imaginem queimados’.

Os líderes do Congresso bradaram que as Casas estavam abertas ontem para o diálogo com os manifestantes. Às 16h40, só o deputado Zé Geraldo (PT-PA) estava no plenário da Câmara. E a tropa de Choque da PM-DF fez a recepção para o ‘diálogo’ lá fora.

Presidente diz que limitações políticas e econômicas a impedem de fazer as mudanças exigidas

Em um discurso óbvio transmitido em cadeia nacional na última sexta-feira, 21, Dilma apoiou os protestos populares e disse que é preciso “aproveitar o vigor das manifestações para realizar as mudanças que a juventude deseja”.
A presidente elogiou os atos e pediu para que a população compreenda que limitações políticas e econômicas a impedem de realizar as exigências cobradas nos protestos. “Se aproveitarmos bem o impulso desta nova energia política, poderemos fazer, melhor e mais rápido, muita coisa que o Brasil ainda não conseguiu realizar por causa de limitações políticas e econômicas. Mas, se deixarmos que a violência nos faça perder o rumo, estaremos não apenas desperdiçando uma grande oportunidade histórica, como também correndo o risco de colocar muita coisa a perder”, disse a presidente.
Dilma ressaltou a importância do diálogo nas manifestações e disse que, assim como não foi fácil tornar o Brasil um país democrático, não será fácil chegar onde desejam os manifestantes. A presidente também condenou os atos de violência ocorridos em várias cidades. “Essa violência, promovida por uma pequena minoria, não pode manchar um movimento pacífico e democrático. Não podemos conviver com essa violência que envergonha o Brasil”, disse Dilma.
Em certo ponto do discurso, a presidente mencionou a necessidade de tornar o sistema político mais transparente, falou que é preciso realizar uma reforma política e ampliar a Lei de Acesso à Informação para combater a corrupção.
A presidente voltou a afirmar que está atenta às reivindicações dos manifestantes e garantiu que irá procurar representantes de todos os poderes para, juntos, criarem um “grande pacto” para melhorar os transportes públicos. Dilma também citou algumas de suas prioridades como o repasse de 100% dos royalties para a educação, a elaboração de um plano nacional de mobilidade urbana e trazer milhares de médicos do exterior para atuar no sistema público de saúde.
Ao final de seu discurso, Dilma garantiu que a Copa das Confederações e a Copa de 2014 serão mantidas e pediu que os brasileiros recebam bem as equipes estrangeiras, retribuindo assim a hospitalidade com que as equipes brasileiras foram recebidas em outros eventos no exterior.
Veja o pronunciamento da Presidenta:

sexta-feira, 21 de junho de 2013

?VOCÊ SABE O QUE É DE ESQUERDA,E O QUE É DE DIREITA¿

PEC 37: Câmara adia votação

A votação da Proposta de Emenda à Constituição PEC 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público, marcada para o próximo dia 26, foi adiada pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN), por falta de acordo entre procuradores e delegados.
A PEC 37 também tem sido alvo dos protesto de manifestantes em várias cidades do país que pedem a rejeição da matéria. Na quarta-feira, 19, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que pediria ao presidente da Câmara que adiasse a votação da proposta.
Isso porque as discussões do grupo de trabalho formado por representantes do Ministério da Justiça, do Ministério Público e das policias Civil e Federal para discutir a PEC terminaram sem consenso. Está marcado para a próxima terça-feira, 25, uma nova reunião dos integrantes do grupo com o presidente da Câmara.
Representantes do Ministério Público criticam a proposta e a classificam como PEC da Impunidade. Para os procuradores, a PEC é uma retaliação ao trabalho desempenhando pelo Ministério Púbico no combate à corrupção.
Já os policiais argumentam que a proposta não restringe a atuação do MP, mas retoma o texto da Constituição de 1988, organizando as atribuições de todos os atores responsáveis pelas investigações. Na avaliação dos delegados, o MP só pode atuar na investigação de forma extraordinária, quando houve omissão da polícia, por exemplo.
A PEC 37 foi apresentada em junho de 2011 pelo deputado federal e delegado de polícia Lourival Mendes (PTdoB-MA). O texto altera trecho da Constituição, indicando que a apuração das infrações penais é função privativa das polícias Civil e Federal. A medida impedirá o Ministério Público de assumir a investigação de crimes, prática usual desde que a instituição teve os poderes ampliados na Constituição de 1988.
Fonte-opinião



quinta-feira, 20 de junho de 2013

"falso vírus" bloqueia a entrada do VIH e do ébola nas células




A equipa de investigadores do Serviço de Microbiologia do Hospital 12 de Outubro de Madrid conseguiu bloquear a entrada dos vírus VIH e ébola nas células do sistema imunitário, impedindo que se espalhem por todo o corpo.
O trabalho, em colaboração com a Universidade de Oxford e com o Centro Superior de Investigações Científicas em Sevilha, foi apresentado esta semana pelo investigador do 12 de Outubro Rafael Delgado.
O vírus VIH, responsável pela SIDA, infectou dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo, e o ébola, embora centrado nalgumas zonas de África, já afectou milhares de pessoas e é o patogénico humano "mais virulento" conhecido, com uma alta taxa de mortalidade.
A investigação, na qual os cientistas estão trabalhando há dez anos, encontra-se na primeira fase, sendo o passo seguinte o estudo com pequenos animais.
A criação de um "falso vírus" do VIH e do ébola a partir de um vírus inofensivo permitiu o avanço deste estudo, disse Rafael Delgado, explicando que apenas meia dúzia de laboratórios em todo o mundo têm instalações adequadas para trabalhar com o ébola, o que torna a investigação muito cara.
Aplicando ao vírus inócuo as partículas de açúcares que se encontram na camada externa do VIH ou do ébola e que lhes permite entrar nas células consegue-se enganar estas, fazendo-as crer que foram contagiadas pelo vírus original, adiantou o cientista, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.
Depois do "falso vírus", criado através de técnicas de nanotecnologia, entrar na célula, consegue-se bloquear a entrada do VIH e do ébola nas células do sistema imunitário e impedir que se espalhem pelo organismo.

Este avanço pode ter aplicações não só em tratamentos antivirais, como na vacinação ou em quimioterapias, informou a EFE.
Fonte-ciencia

À Luta, Recife

Uma multidão de insatisfeitos promete tomar as ruas do Recife nesta quinta-feira. Homens e mulheres que lutam para serem a voz de uma mudança que, segundo eles, de forma patriota, o Brasil precisa. Mais de 100 mil pessoas confirmaram presença no ato através da página de evento “À Luta, Recife”, do Facebook. O manifesto é o assunto do momento, e como não podia ser diferente, gera ansiedade da sociedade e entre as milhares de pessoas que prometem acompanhar o ato. Mas a expectativa também é compartilhada por quem trabalha no Centro do Recife. Nesta quarta-feira, fachadas de alguns estabelecimentos já estavam com tapumes. E alguns jovens andavam com máscaras comumente usadas em manifestos. E a volta para casa deve ficar complicada e muitas empresas poderão fechar as portas, liberando os funcionários um pouco mais cedo.
E apesar da euforia de alguns, outras pessoas ainda estão cautelosas sobre o que pode acontecer. “Primeiro, vou ficar de olho, e vai depender o alvoroço. Se for para ter violência vou embora na hora”, falou, ontem, a tapioqueira Cristiane Patriota, 38 anos, sobre a sua presença na manifestação. Assim como Cristiane, as pessoas que não pretendem levantar a bandeira de luta se mostramapreensivas, à procura de uma rota de fuga para conseguir se locomover ou simplesmente voltar para casa.
A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) orienta a população que evite a circulação nas seguintes vias: avenidas Agamenon Magalhães e Conde da Boa Vista, ruas do Hospício, Sete de Setembro, da União e outras daquela área do Centro do Recife. Outro local alertado pelo órgão é a praça do Derby, onde haverá a concentração dos manifestantes a partir das 16h.
A CTTU preparou um esquema especial de monitoramento do trânsito, no entanto, não o divulgou por medida de segurança. Os agentes de trânsito estarão espalhados nos pontos onde devem ocorrer as manifestações e, à medida em que o ato estiver ocorrendo, poderá haver deslocamento do efetivo para os pontos mais críticos. O objetivo é monitorar o tráfego e garantir as condições mínimas de mobilidade.
Grupo preparou faixas e cartazes para manifestação
Um grupo de amigos de Olinda não tem receio de enfrentar possíveis problemas nas ruas e vão aderir ao protesto. Eles já prepararam faixas e cartazes para a manifestação. “Queremos mostrar que também estamos insatisfeitos. Queremos mudar alguma coisa”, disse a estudante Renata Alves, 27, uma das integrantes.
Fonte-folha


terça-feira, 18 de junho de 2013

O GIGANTE ACORDOU

Veja o vídeo:

Mundo encara manifestações no Brasil como uma reação aos gastos com a Copa


Os protestos contra o aumento da tarifa de ônibus nas principais capitais brasileiras ganharam as manchetes dos principais jornais internacionais nesta terça-feira, 18, mas o que vem sendo dito por lá não é exatamente o que se vê e ouve por aqui.
Embora os protestos tenham começado como um movimento de indignação com o aumento das tarifas de ônibus, principalmente entre jovens de classe média, a falta de uma liderança e de uma causa bem definida deu lugar a ambiguidades sobre o que querem esses jovens. O que se fala hoje é que o movimento se deve a um “somatório de insatisfações”, que, além do reajuste de tarifas sem melhora no transporte público, inclui a alta do preço dos alimentos, inflação generalizada, corrupção e, também, os gastos com a Copa.
Já na imprensa internacional, onde o Brasil vem ganhando uma maior projeção por ser o país sede da próxima, as notícias dos protestos tem sido avaliadas pelo viés da Copa, ou seja, como se as manifestações estivessem ocorrendo pela indignação de jovens com os investimentos direcionados para a construções de mega estádios a custos extremamente elevados. Não é bem assim.
Além das tarifas de ônibus, que estaria manifestamente na raiz dos protestos,inflação também contribui para o descontentamento. As pessoas se sentem reféns da política econômica do governo.Pesquisas mostram que a confiança do consumidor brasileiro piorando sistematicamente. Preços mais altos estão prejudicando o planejamento familiar e a vida das pessoas. O ano começou difícil com a alta dos alimentos (cerca de 15%), problemas de safra, seca no Nordeste e gargalos nos portos. Já estava difícil fechar as contas e  o reajuste teria sido a gota d´água. O valor dos aluguéis subiu acima das expectativas e projeções. O baixo crescimento do país também tem contribuído. O Brasil começou o ano com expectativas muito boas de crescimento, de 4%, mas isso não aconteceu. O PIB está abaixo de 2,5%, e a popularidade de Dilma caiu.
Distorção e foco na Copa
Enquanto isso, para o jornal britânico ‘Guardian’, jovens brasileiros estariam apenas expressando frustração com serviços públicos e a Copa do Mundo. O Der Spiegel diz que milhares de manifestantes protestam contra a corrupção e a Copa do Mundo. A BBC diz que os protestos se devem ao aumento dos custos do transporte público e os gastos com a Copa do Mundo. O The Times diz que os manifestantes são pessoas indignadas porque o Brasil vai sediar a Copa. Alguns já chamam o protesto de World Cup protests. E por aí em diante.
Foge à regra o New York Times que, em matéria equilibrada, cita o aumento das tarifas como estopim das manifestações e lembra que o primeiro protesto com essa reivindicação começou em Porto Alegre em abril, quando manifestantes comemoraram nas ruas uma liminar que congelava o preço da passagem. O jornal acrescenta  que, atualmente, os protestos ampliaram seu leque de reivindicações para incluir não somente a questão da mobilidade urbana, mas a inflação, corrupção e gastos com a Copa também.
“Uma questão que está vindo à tona envolve a raiva devido aos investimentos elevados  para a construção de estádios em várias cidades do país antes da Copa do Mundo de 2014, que o Brasil está se preparando para sediar. Alguns projetos foram prejudicados pelo excesso de custos e atrasos, e as estruturas inacabadas são como um monumento à  injeção de recursos em arenas esportivas num momento em que as escolas e sistemas de transporte público precisam de melhorias”.
O jornal lembra que os maiores protestos estão acontecendo em cidades que sediarão os jogos da Copa: “Os brasileiros estão misturando futebol e política de uma forma que é nova, e as minorias estão se fazendo ouvir”, conclui, citando a fala do pesquisador da Universidade do Espírito Santo Fábio Malini.
Fonte-opinião



Governo lança Bolsa-Copa para ministros e oficiais

  
O governo vai pagar diárias de hotel de até R$ 581 para ministros que quiserem assistir nos estádios aos jogos da Copa das Confederações. Apesar de bases militares com alojamentos do Exército e Aeronáutica em todas as sete capitais-sedes, os benefícios se estendem aos comandantes, oficiais e servidores das três Forças Armadas que se deslocarem. O Palácio do Planalto publicou em edição extra no D.O., na véspera da abertura da Copa, o Decreto 8.028/13 com tabelas de gastos autorizados. As comitivas ainda poderão viajar nos jatos da FAB, por prerrogativa dos cargos.
O decreto prevê que os custos serão cobertos pelos Orçamentos de cada pasta. O teto de diária para ministro é de R$ 581, e para comandante de Força, de R$ 406,70.
A farra das viagens será autorizada por cada ministro, que escolherá os servidores de qualquer categoria para a ‘missão’.
As diárias servem para hotéis de Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, Manaus, Rio e BH. Poderiam ser evitadas. Todas elas têm bases da Aeronáutica e Exército.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

DIGA NÃO À PEC 37

Está em votação no Congresso Nacional uma Proposta de Emenda Constitucional, a PEC 37, também conhecida como "PEC da Impunidade", que tira o poder de investigação dos Ministérios Públicos Estaduais e Federal. Caso seja aprovada, praticamente deixarão de existir investigações contra o crime organizado, desvio de verbas, corrupção, abusos cometidos por agentes do Estado e violações de direitos humanos.
A proposta atenta contra o regime democrático, a cidadania e o Estado de Direito e pode impedir que outras Instituições também investiguem (Receita Federal, COAF, TCU, CPIs etc).
A Constituição Federal permite que o Ministério Público investigue, assim também o fazem outras leis como, a Legislação Eleitoral, o Estatuto da Criança e do Adolescente e o Estatuto do Idoso. O STF já proclamou que o MP também deve investigar.
Os grandes escândalos sempre foram investigados e denunciados pelo Ministério Público, que atua em defesa da cidadania de forma independente.
A QUEM INTERESSA ENTÃO RETIRAR O PODER DE INVESTIGAÇÃO?
A PEC da Impunidade já foi aprovada em comissão e poderá ser votada em plenário pela Câmara dos Deputados a qualquer momento. Defenda o MP para que ele continue fazendo um trabalho sério, competente e tão necessário para combater o crime e a corrupção no Brasil!
Esta é uma campanha organizada por: 
Associação Nacional do Ministério Público (CONAMP)
Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG)
Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR)
Associação Nacional do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT)
Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) 
Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM)
             CLICK NA FOTO!


domingo, 16 de junho de 2013

Marinha do Brasil faz patrulhamento em todos os acessos ao porto do Recife

A Marinha do Brasil apresentou neste sábado as unidades navais que deverão patrulhar todos os acessos ao porto do Recife, durante a Copa das Confederações. A fragata “Niterói”, da Esquadra Brasileira, e o Navio-Patrulha “Graúna”, do Comando do 3º Distrito Naval, que fica em Natal-RN, além de outras embarcações de pequeno porte, estão no Recife a fim de controlar o tráfego marítimo na área portuária inspecionando embarcações e fazendo vistorias e identificação pessoal. 
De acordo com o comandante da Fragata Niterói, o Capitão-de-Fragata Daniel Menezes, esta é a primeira vez que todo esse aparato é utilizado no Estado. "De forma organizada, assim, é algo inédito, que não só serve para a Copa das Confederações, mas também como preparação para a Copa do Mundo do ano que vem, quando esse sistema de segurança será utilizado em um evento ainda maior", esclarece.

Ainda segundo o Comandante, os navios patrulharão a área portuária do Recife - e eventualmente de Suape, em caso de necessidade - durante todo o período de Copa, que vai até o dia 30 desse mês. Ele explica ainda que o esquema de segurança empregado - que conta com mais de 300 marinheiros - pode variar. "Inicialmente vamos acompanhar todas as embarcações que estiverem navegando na área, controlar, saber o que estão fazendo. Caso aumente a necessidade, passamos a inspecionar. Numa terceira gradação, podemos impedir as embarcações de transitar", afirma. O navio conta ainda com um helicóptero que ajudará na inspeção da região.

Mas não só da segurança dentro do mar está ocupada a Marinha nesta Copa das Confederações. Em caso de algum ataque por terra ao porto do Recife, cerca de 170 fuzileiros navais, além de 15 viaturas, já estão a postos. Os militares estão acampados na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco (EAMPE) e poderão ser empregados para a manutenção da segurança, se requisitados.
Fonte - folha


quinta-feira, 13 de junho de 2013

Aviões-robô serão usados na Copa das Confederações

A Força Aérea vai usar aviões-robô para monitorar os jogos de abertura e encerramento da Copa das Confederações deste ano. As partidas ocorrerão nos dias 15 e 30 de junho nos estádios Mané Garrincha (Brasília) e Maracanã (Rio de Janeiro).
“Vamos usar os Vants (sigla para Veículos Aéreos Não-Tripulados) para monitorar os estádios com segurança e sem interferir no tráfego aéreo, que terá restrições durante as partidas”, disse o brigadeiro Mário Luís da Silva Jordão, do Centro de Operações Aéreas da FAB.
Os aviões serão equipados com câmeras, radares e sensores capazes de monitorar o movimento de pessoas e veículos. Os dados captados serão enviados a uma base de monitoramento.
De acordo com o coronel da aeronáutica Donald Gramkow, os aviões-robô não representam perigo para a população. “Não há risco nenhum para as pessoas ao sobrevoarmos os estádios. E nem sempre estaremos em cima da multidão. Durante as partidas há um espaço aéreo segregado, em que não é possível o tráfego de aeronaves. Só helicópteros da polícia irão transitar por ali”, explica Gramkow.
O uso de aviões-robô fora do contexto de guerra vem ganhando espaço em diversos países.
Na Alemanha, o governo anunciou que vai utilizar aviões-robô para monitorar linhas de trem e coibir a ação de pichadores. A Deutsche Bahn, empresa responsável por administrar os trens no país, afirma que vândalos causam um prejuízo milionário em despesas com limpeza. A empresa estima um total de 14 mil pichações ao ano.
Os aviões serão usados perto das estações para captar a movimentação de pessoas. Segunda a Deutsche Bahn, imagens que não registrarem vandalismo serão apagadas.


ALIANÇA DE AMOR


 A eucaristia é a celebração da aliança de Deus com o ser humano e deste com Deus e com o próprio semelhante. O anseio de se aliar, de se relacionar e se comunicar com Deus e com os próprios semelhantes sem-pre acompanhou o ser humano ao longo de sua atormentada viagem pelas estradas do mundo. Compartilhar derrotas e vitórias, incertezas e esperanças é o desejo próprio do ser social.
A aspiração à fraternidade, à unidade e à comunhão é o selo que Deus deixou em cada coração humano. Assim a celebração da eucaristia profetiza nosso destino futuro e, ao mesmo tempo, aponta-nos o caminho a seguir: repartir a nossa vida com todos, da mesma forma que Deus reparte a si mesmo na eucaristia.
No entanto, esse anseio de aliança e de comunhão universal ficou frustrado no coração de muitos irmãos e irmãs, não passando de projeto falido. Isso porque a voz do egoísmo, com demasiada frequência, grita mais alto do que a voz do amor e da solidariedade. E o pior é que, não raro, chegamos a buscar a aliança com o irmão e até com o próprio Deus só para destruir nossos inimigos.
Mas, se Cristo chegou a tornar-se vítima sacrifical e quis preparar um banquete do qual ninguém é excluído e onde a comida é ele mesmo, quer dizer que toda a inimizade foi aniquilada e ninguém deve mais ser tratado como inimigo, uma vez que a sua ruína é a nossa própria ruína, sendo ele carne de nossa carne.
Celebrar a eucaristia, alimentando-nos do Corpo e do Sangue de Cristo — lado a lado com os nossos irmãos e irmãs é com certeza a maneira mais perfeita de entrarmos em comunhão com Deus e com a criação inteira. Nisso consiste a nova aliança de Deus com a humanidade e desta com o próprio Deus.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

¿Brasil: ex-país do futebol? Será ¿

Um reportagem da BBC Brasil revelou os desafios que o futebol enfrenta no Brasil para manter o título de “paixão nacional”. O chamado “país do futebol” corre o risco de se tornar o “ex-país do futebol”?
De acordo com a reportagem, o cenário do esporte no país não anda bem: os estádios estão cada vez mais vazios, a audiência na TV em geral está baixa, os clubes estão endividados e a seleção não está em uma boa fase.
Em contrapartida, as cotas de TV e de patrocínio estão em alta, alguns jogadores de alto nível têm sido mantidos no país ou mesmo repatriados e, além disso, há uma alta expectativa por conta da Copa e da inauguração de novos e modernos estádios.
A ausência de público nos estádios é um dos principais problemas atuais do futebol brasileiro. Essa tendência vem se acentuando nos últimos anos. Até mesmo campeonatos nacionais de países que não têm tradição no esporte, como EUA, Japão e China, vêm atraindo mais público do que os torneios no Brasil.
O jornalista esportivo Juca Kfouri diz que o “Brasil não é nem nunca foi o país do futebol”. Segundo ele, a maioria das pesquisas de opinião pública no país aponta que cerca de um quarto dos brasileiros não se interessa por futebol.
O consultor de gestão esportiva Amir Somoggi ressalta que certamente o futebol é o principal esporte do Brasil, o que não significa que o Brasil possa ser chamado de “o país do futebol”.
Alto preço dos ingressos
Fernando Ferreira, diretor da Pluri Consultoria, cita como fatores que contribuem para a diminuição do público nos estádios o excesso de jogos com qualidade ruim, a diversificação das opções de entretenimento, a concorrência da TV, a violência nos estádios, a popularização dos campeonatos europeus e, principalmente, o alto preço dos ingressos no Brasil.
Analistas ressaltam ainda que o crescimento nas assinaturas de pacotes de futebol na TV por assinatura também ajuda a afastar o público dos estádios e a elitizar o público do futebol.
Fonte-opiniao


Cigarros eletrônicos

Conhecido como e-cig, o cigarro eletrônico é movido a uma bateria que, através do calor, transforma nicotina em vapor para ser inalado. Menos danoso à saúde do que o cigarro convencional, o dispositivo vem se tornando uma alternativa para os fumantes e atraindo o interesse de investidores de peso.
O empreendedor do Vale do Silício Sean Parker é um dos interessados. Parker, que  foi cofundador do site de compartilhamento Napster e o primeiro presidente do Facebook, faz parte de um grupo de investidores que está adquirindo ações da NJOY Inc., uma das 12 marcas de cigarros eletrônicos  criadas desde 2006.
Parker está investindo cerca de US $ 10 milhões nos cigarros eletrônicos da marca NJOY, Inc. A Homewood Capital, um fundo de investimento de Nova York dirigido por Douglas Teitelbaum está investindo cerca de US $ 40 milhões. Baseado em Boston, o fundo Fidelity Investments está contribuindo aproximadamente US$ 25 milhões, enquanto o Founders Fund, um fundo de capital de risco de São Francisco iniciado pelo co-fundador do PayPal Peter Thiel, está investindo cerca de US $ 5 milhões no produto.
“Existe uma grande oportunidade de transformar o hábito perigoso e  cancerígeno do cigarro convencional”, disse Parker, que é um grande  financiador de pesquisas contra o câncer.
Os cigarros eletrônicos ainda não têm uma regulamentação federal nos EUA. A Food and Drugs Administration (FDA) afirma que são necessários mais estudos sobre o dispositivo para que um termo de regulamentação seja criado.
Especialistas do setor dizem que as vendas dos cigarros eletrônicos no varejo poderia chegar a US $ 1 bilhão nos EUA este ano, o que representa apenas 1% do mercado de cigarros do país, mas o dobro do montante registrado em 2012.


Cada jogo da Copa das Confederações custará R$ 16 milhões aos cofres públicos

Um levantamento feito por UOL Esporte revelou que cada um dos 16 jogos da Copa das Confederações custará, em média, R$ 15,8 milhões aos cofres públicos.
Esse valor inclui apenas as despesas para a competição, sem levar em conta os gastos com a construção de estádios ou infraestrutura. O total, na realidade, é ainda maior, uma vez que não é possível contabilizar, por exemplo, custos com operações de segurança e trânsito e também com a aceleração de obras para concluir os estádios a tempo.
O efeito da Copa das Confederações sobre o turismo interno e externo é praticamente nulo. Dados da Fifa e do setor de hotelaria brasileiro mostram que o número de pessoas que viajará para assistir aos jogos será quase insignificante.
As despesas para a competição citadas no levantamento incluem gastos com instalações provisórias, implantação de infraestrutura de telefonia, internet e transmissão de TV e sorteio dos grupos, totalizando R$ 252.529 milhões.

         Fonte-uol

Nanotecnologia para purificação e tratamento da água

Agências das Nações Unidas querem explorar o potencial da nanotecnologia para purificar e tratar águas residuais.
Os defensores do método dizem que este possibilita manipular átomos e moléculas ao reduzi-los até ao nível desejado, o que pode permitir criar novas formas da sua utilização a baixo custo.
Na mira está o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio sobre o acesso à água potável e ao saneamento básico, além da agenda global pós-2015, orientada para o desenvolvimento sustentável.
A tecnologia é vista como uma possível "solução sustentável e inovadora" para alcançar as metas pela Organização da Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco, e a Agência da ONU para o Desenvolvimento Industrial, Unido.
Até esta sexta-feira, especialistas reunidos na capital da Eslováquia, Bratislava, apresentaram resultados de várias investigações sobre as possíveis aplicações da nanotecnologia na água. Os estudos incluíram as tecnologias de membranas melhoradas, a remoção de bactérias e de outros poluentes.
Foram também realizadas pesquisas sobre produtos farmacêuticos e a despistagem de contaminantes, o controlo da qualidade da água e a recuperação dos sistemas de águas poluídas.P
Por outro lado, foi abordada a maior reutilização de águas residuais, a dessalinização e a prática da agricultura intensiva com menos água.
Os peritos alertaram, entretanto, que é preciso que haja uma abordagem equilibrada para aplicar a nanotecnologia na água. Os riscos apontados estão associados com a toxicologia e os impactos sobre o Homem e o meio ambiente.
O outro alvo dos debates foram questões éticas, devido às incertezas relacionadas aos riscos ambientais e de saúde.
O envolvimento comunitário na decisão sobre a aplicação da tecnologia para as necessidades locais também foi discutido, nomeadamente sobre como a nanotecnologia poderá garantir água limpa em escolas de aldeias de países em desenvolvimento.
Fonte-radioonu


domingo, 9 de junho de 2013

Mycestro: feito para ser usado no dedo indicador


Fiel companheiro desde a popularização dos computadores pessoais, o mouse resistiu aos avanços da tecnologia touchscreeen e está prestes a passar por uma renovação. 
Lançado no Kickstarter, o Mycestro é um mouse 3D em formato de anel, feito para ser usado no dedo indicador. Por meio de gestos, o usuário pode mover o cursor e clicar sem tirar as mãos do teclado. O dispositivo também pode ser usado em palestras e apresentações. O mouse pode ser carregado através de uma porta USB. 
Mycestro está previsto para ser lançado no mercado em breve. Quem fizer uma doação de no mínimo US$ 79 (cerca de R$ 150) para o projeto do Mycestro no Kickstarter, ganhará um exemplar do dispositivo de graça quando ele for lançado. 

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Avião Solar completa terceira etapa da travessia americana

O avião Solar Impulse, primeira e única aeronave movida por energia solar, decolou do Texas (sul dos EUA) na segunda-feira (3/6) e pousou no Missouri (centro), usando um "revolucionário" hangar inflável no aeroporto de Saint Louis, devastado pelos tornados que castigaram esta região do país.

"Tenho a impressão de voltar de outro mundo", afirmou o piloto da aeronave, o suíço Bertrand Piccard, ao pousar no Missouri. A terceira etapa, das cinco previstas pelos criadores, Piccard e André Borschberg, para atravessar o território dos Estados Unidos, começou na semana passada na Califórnia. O objetivo é promover a tecnologia deste avião que depende de 12 mil células fotovoltaicas para produzir eletricidade suficiente como para carregar sua bateria de lítio de 400 quilos, necessária para alimentar os motores elétricos a hélice de 10 cavalos de força, tanto de dia quanto de noite.
Depois de deixar Missouri, a aeronave se dirigirá ao aeroporto Dulles, perto da capital Washington, em meados de junho, e finalmente, chegará no aeroporto Kennedy de Nova York em julho. A parada em St. Louis "é muito importante e simbólica" para os organizadores da travessia, pois é uma forma de prestar homenagem ao pioneiro da aviação Charles Lindbergh e seu "Spirit of St. Louis", o primeiro avião que voou de Nova York a Paris sem escalas. O trecho entre Texas e Missouri é o mais longo realizado por Piccard até o momento com a aeronave. A unidade permanecerá entre uma semana e dez dias em cada parada, onde o público poderá ver o avião e fazer perguntas aos pilotos e outros participantes do projeto. O Solar Impulse, projeto iniciado há dez anos, fez seu primeiro voo em junho de 2009.

Em 2010, o avião solar voou 26 horas ininterruptas para demonstrar sua capacidade de acumular energia suficiente durante o dia para continuar voando à noite. Um ano depois, a aeronave fez o primeiro voo internacional entre Bélgica e França e em junho de 2012, a primeira viagem transcontinental de 2.500 km entre Madri (Espanha) e Rabat (Marrocos) em 20 horas. O aeroplano é particularmente sensível a turbulências e não tem espaço para passageiros, mas Piccard insistiu em que estas questões não são contratempos, mas desafios para o futuro. Piccard e Borschberg preveem dar a volta ao mundo em 2015 com uma versão melhorada deste dispositivo.
Fonte-cb

Novas cédulas de R$ 2 e R$ 5

O BC não confirmou a data exata do lançamento, mas adiantou que será após a Copa das Confederações, cuja partida final está marcada para 30 de junho.

      As novas cédulas de R$ 2 e R$ 5 serão lançadas pelo Banco Central no segundo semestre deste ano. A informação foi confirmada pelo chefe-adjunto do Departamento do Meio Circulante, Luiz Ernani Marques Acciolly.
O BC não confirmou a data exata do lançamento, mas adiantou que será após a Copa das Confederações, cuja partida final está marcada para 30 de junho.

As cédulas de novo formato com valores mais altos — R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100 — começaram a entrar em circulação em 2010 e já representam 45% do meio circulante, que soma cerca de R$ 165 bilhões.

sábado, 1 de junho de 2013

Sonda Opportunity bateu recorde de maior distância percorrida em solo extraterrestre


De acordo com a NASA, a sonda Opportunity, em missão no Planeta Vermelho desde 2004, bateu o recorde de maior distância percorrida por veículos da agência espacial em solo extraterrestre no dia 15 de maio. Segundo a notícia, o explorador bateu a marca anterior de 35,74 quilômetros, conquistada pela dupla de astronautas da missão Apollo 17 Harrison Schmitt e Eugene Cernan, quando os dois visitaram a Lua em 1972.

O novo recorde é de 35,76 quilômetros e foi batido na última quinta-feira (16), depois de a sonda iniciar uma nova missão exploratória. A Opportunity se encontrava próxima à Cratera Endeavour desde meados de 2011, e agora se dirige a uma região conhecida como “Solander Point”, que fica a pouco mais de 2 quilômetros de distância.

Contudo, apesar do recorde da Opportunity, o título internacional de maior distância percorrida em solo extraterrestre ainda pertence aos — então — soviéticos, que chegaram a cobrir 37 quilômetros na Lua com a sonda espacial Lunokhod 2, em 1973. 
Veja o quadro abaixo com todos os veículos e seus respectivos “passeios” espaciais:

O corpo humano há aproximadamente 100 trilhões de bactérias


Neste momento, há aproximadamente 100 trilhões de bactérias dividindo o seu corpo com você. E, de acordo com o professor Michael Pollan, da Universidade da Califórnia, isso não apenas é “bom” como é essencial.
Em estudo divulgado recentemente, Pollan explica como a diversidade de micro-organismos que formam o metagenoma humano é responsável por garantir o desenvolvimento físico e intelectual de uma pessoa. De fato, mesmo a resistência a problemas crônicos pode ser dramaticamente afetada por esse curioso microbioma — que, naturalmente, pode ser encontrado em qualquer parte do corpo.

O artigo do Dr. Pollan também explica como essas estruturas são responsáveis pela formação do nosso sistema imunológico — o que ocorre no momento do nascimento —, por que antibióticos fazem efeito e também a relação entre os 100 trilhões de micróbios e doenças como a asma e a diabetes.

Formulário do Enem revolta domésticas


Quase dois meses após terem os direitos trabalhistas ampliados com a entrada em vigor da chamada "PEC das Domésticas", um questionário aplicado a candidatos que vão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) causou desconforto entre alunos, empregadas da categoria e o Ministério da Educação (MEC).
No ato da inscrição, o estudante que quiser fazer o Enem deve responder a perguntas que versam sobre dados socieconômicos, como a renda mensal familiar e a escolaridade. No entanto, o formulário tem um item interpretado por alguns alunos como preconceituoso.
Na questão número 7, o candidato deve assinalar, dentre os itens na lista, quais ele possui dentro de casa. A polêmica acontece porque, além de objetos como TV, geladeira, aspirador de pó, automóvel e computador, surge a opção "empregada mensalista".
- Isso é um ato discriminatório porque nos reduziu a objetos. Não foi perguntado se na casa do aluno havia pais, filhos ou parentes. Só objetos e as empregadas domésticas. E o mais grave é que quem elaborou esse questionário são pessoas ligadas à educação, são formadores de opinião. Será que eles ensinam para as crianças que empregadas são utensílios domésticos? - questionou a presidente da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), Creuza Maria de Oliveira.
Em nota, o MEC reconheceu a infelicidade da pergunta. O órgão afirmou que "o ministro Aloizio Mercadante considera que a forma da pergunta que se refere a trabalhadores domésticos é inadequada, e vai encaminhar a necessidade de sua adequação, preservando os critérios técnicos, mas garantindo integralmente o respeito àqueles trabalhadores".
O questionário socieconômico é aplicado aos candidatos do Enem desde 1998. A partir de 2009, ele passou a ser preenchido pela internet, no ato da inscrição na prova. O formulário serve para que o MEC possa avaliar o perfil do estudante que presta o Enem e, com base nos dados coletados, elaborar políticas educacionais, como cotas para universidades. O candidato deve informar, por exemplo, qual a renda familiar mensal, a escolaridade de seus pais e se trabalhou antes de prestar a prova.


 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//