Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Fernando de Noronha: nova usina solar

O Governo do Estado do Pernambuco divulgou na semana passada que uma nova usina solar fotovoltaica será construída no Arquipélago de Fernando de Noronha, região que pertence ao Estado de Pernambuco. Concebida pela parceria entre a Secretaria de Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Sectec) e a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, o projeto de Eficiência Energética e Pesquisa e Desenvolvimento ampliará o parque de energia renovável na ilha. O sistema custará R$ 11 milhões.
O projeto vai ocorrer em duas etapas. Na primeira, os painéis fotovoltaicos serão instalados sob uma área de concreto de seis mil m² pertencente ao Governo do Estado e utilizada no passado para captação de águas pluviais. O sistema que converte a radiação solar em energia elétrica terá potência instalada de 500 kWp (quilowatt-pico), vai gerar cerca de 777 MWh/ano, o que corresponde a 6% do consumo da ilha. A energia produzida será injetada na rede de distribuição da concessionária.
Na segunda parte do projeto, será instalado um sistema de controle associado a um banco de baterias. O sistema de acumulação de ion-lítio fará parte de uma estratégia de controle, gerenciamento e monitoramento do sistema elétrico de Fernando de Noronha para absorver as variações da geração solar fotovoltaica. Isso permitirá maior redução no consumo de óleo diesel, sem comprometer a confiabilidade do sistema elétrico do arquipélago, com a possibilidade, ainda, de evitar a operação de um dos geradores a diesel em alguns momentos. Com a entrada do sistema de acumulação, a geração renovável deverá reduzir em 235.000 litros/ano o consumo do combustível. O projeto de pesquisa ainda desenvolverá uma metodologia de previsão da intermitência da geração solar.
A usina solar fotovoltaica tem expectativa de vida útil de 25 anos e deve ser concluída em um prazo de um ano, após o início dos estudos de viabilidade técnica. A empresa Alemã, Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH (GIZ), também participará da parceria fornecendo apoio técnico.
Fonte-web


Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//