Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

terça-feira, 19 de março de 2013

GOOGLE PAGARÁ UMA MULTA DE 7 MILHÕES DE DÓLARES


O Google chegou nesta terça-feira (12) a um acordo com 38 dos 50 estados dos Estados Unidos, entre eles Nova York, pelo qual pagará uma multa de US$ 7 milhões por ter invadido a privacidade dos cidadãos na coleta de dados para o recurso Street View.
A empresa se comprometeu a proteger e destruir a informação reunida de forma incorreta entre 2008 e março de 2010, quando fez fotografias no país para elaborar seu serviço de mapeamento virtual, segundo detalhou a Procuradoria Geral do estado de Nova York.
Durante o processo, a gigante da tecnologia reuniu dados através de redes wi-fi não desprotegidas dos cidadãos e armazenou informação confidencial sem o consentimento dos usuários, como e-mails, mensagens de texto, senhas e históricos da internet.
Segundo o Google, as informações foram colhidas para seus serviços de geolocalização, sem saber que esses dados confidenciais também estavam sendo recolhidos.
Assim, o gigante da internet se comprometeu a que estes dados coletados em EUA, em outra partes do mundo também colheu dados similares, serão destruídos e não serão utilizados nem compartilhados com terceiros.
"Os consumidores têm direito a proteger sua informação pessoal, vital e financeira de uso indevido e indesejado de empresas como o Google", disse o procurador-geral de Nova York, Eric Schneiderman.
No acordo com 38 estados, o Google se comprometeu a iniciar um programa de formação sobre privacidade e confidencialidade para seus funcionários, e a lançar uma campanha para educar os consumidores na proteção de sua informação pessoal.
Essa campanha incluirá, por exemplo, a divulgação de um vídeo que ensinará os usuários a codificar suas redes sem fio para torná-las mais seguras.
Dos US$ 7 milhões que o Google pagará aos estados envolvidos, entre os quais também estão Califórnia, Washington, Texas e Colorado, Nova York receberá aproximadamente US$ 92 mil, segundo apontou Schneiderman.
O procurador-geral de Connecticut, George Jepsen, também afirmou em comunicado que a importância desse acordo vai além das condições financeiras já que "assegura que o Google não vai usar táticas semelhantes no futuro para coletar informação".

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//