Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

1ª capitã brasileira de longo curso


Quando entrar em operação, nesta quarta-feira (17), o navio Rômulo Almeida terá "atrás do leme" a primeira brasileira a atingir o posto de capitã de longo curso – ou seja, habilitada a comandar qualquer tipo de navio.

“É uma realização profissional e, como comandante, um desafio", diz a capitã Hildelene Lobato Bahia. “Saí de um Fusca para uma Ferrari”, brinca ela. A "Ferrari" em questão é o Rômulo Almeida, e o Fusca, o "Carangola", navio que lhe deu o primeiro comando em 2009 e do qual guarda saudades e carinho.

Com 183 metros de comprimento, o Rômulo Almeida é a quarta embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). O "Gigante de Aço" foi construído no Estaleiro Mauá, em Niterói, na Região Metropolitana do Estado do Rio, com capacidade para 56 milhões de litros de combustíveis, e será usado para o transporte de derivados claros de petróleo, como gasolina e diesel, informa a Transpetro. É também o primeiro do Brasil a ter duas mulheres no comando: além de Hildelene, terá Vanessa Cunha como imediata.

O comando do Rômulo Almeida foi o grande presente que Hildene recebeu de aniversário, comemorado na segunda-feira (14), quando completou 39 anos. "É um navio moderno, com tecnologia de primeira. (...) Foi um presentão de aniversário. É importante para um profissional partir do zero, conhecer o navio, formar a tripulação. Mas dá saudades do Carangola, meu primeiro comando. Fica um sentimento de mãe, ou de órfã”, diz ela.

Hildelene é pioneira: foi a primeira mulher no Brasil a chegar ao cargo de imediato e se tornou também a primeira comandante da Marinha Mercante Brasileira. Nascida em Icoaraci, distrito de Belém, no Pará, ela se formou em ciências contábeis pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e prestou concurso, quase que por acaso, para a Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante. Fez a prova apenas para acompanhar o irmão, e para a sua surpresa foi aprovada e passou a integrar o primeiro quadro feminino do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar, em Belém. Já o irmão não passou.

 

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//