Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Astrônomo brasileiro descobre estrela rara na Via Láctea


Um astrônomo brasileiro encontrou, em meio a mais de 200 bilhões de estrelas da Via Láctea, um astro com pelo menos cem vezes a massa do nosso Sol. Além disso, a estrela rara parece ter sido "expulsa" da região em que se formou, estando agora isolada a cerca de 25 mil anos-luz da Terra.
Apesar de grande, ela é nova em termos galácticos: tem apenas 1 milhão de anos. Sua vida, porém, será curta, uma vez que quanto maior uma estrela, mais rápido ela consome o combustível de seu núcleo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
O autor da descoberta é o pesquisador brasileiro da Universidade de La Serena no Chile, Alexandre Roman Lopes. Ele é especialista em encontrar esses gigantes espaciais. "É como encontrar um grão de areia especial no meio de uma praia inteira", explica ao jornal.
Batizada de WR42e, a estrela descoberta provavelmente possui elementos químicos essenciais à formação e desenvolvimento da vida como a conhecemos. E, na explosão que marca a morte das grandes estrelas, eles deverão se espalhar pelo espaço. Por isso, segundo o astrônomo, a descoberta pode ajudar no entendimento de como se dá a evolução da nossa própria galáxia.

Google anuncia 3 novos dispositivos Nexus com tecnologia Android


O Nexus 4, o Nexus 7 de 32 GB e com conexão de dados e o Nexus 10 chegarão a Estados Unidos, Espanha, Reino Unido, Austrália, França, Alemanha e Canadá em 13 de novembro, enquanto o Nexus 7 só com conexão Wi-Fi já pode ser adquirido através da loja da Google na internet.
O novo telefone da LG sairá por US$ 299 sem contrato, com 8 GB de memória, tela touchscreen de 4,7 polegadas, carregador de bateria sem fio e já pronto para o aplicativo de fotos panorâmicas Photo Sphere, além de outras melhorias que fazem parte da próxima atualização do Android, o Android 4.2.
O Nexus 7 foi apresentado pela primeira vez com possibilidade de conexão à internet de dados via rede de telefonia, apesar desta opção só estar disponível para o modelo mais caro, com 32 GB de memória, que será vendido por US$ 299.
O tablet só com conexão Wi-Fi será comercializado em versões de 16 GB e 32 GB, por US$ 199 e US$ 249 respectivamente, e é mais rápido e leve que seu predecessor.
A empresa californiana se associou à Samsung, fabricante por trás dos populares dispositivos Galaxy, para lançar no mercado um tablet de alta tecnologia, um terreno dominado pelo iPad, da Apple.
O Nexus 10 tem tela de 10,1 polegadas, contra 9,7 do iPad, com uma resolução ligeiramente superior, 300 pixels por polegada, superior aos 264 do tablet da Apple, e bateria com autonomia de nove horas para vídeos ou 500 horas em modo de espera.
O Nexus 10 será vendido por US$ 399 na versão de 16 GB, e US$ 499 na de 32 GB, embora, ao contrário do iPad e de outros concorrentes, o tablet careça da opção para conexão de dados (3G).
Todos os dispositivos incorporarão o sistema operacional Android 4.2, menos o Nexus 7, que é vendido com a versão 4.1. EFE.
         Fonte - terra

Pagamentos: seu celular será uma carteira eletrônica


O governo está finalizando uma proposta de lei, a ser enviada ao Congresso Nacional, para regulamentar o uso de telefones celulares para pagamentos.
O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta segunda-feira que, nos próximos dias, essa proposta --que está sendo elaborada pela autoridade monetária em conjunto com outras esferas do governo-- será submetida à presidente Dilma Rousseff.
Segundo ele, a definição do "marco legal e regulatório sobre pagamentos móveis" é importante porque pode trazer benefícios na prestação desse serviço, como redução de preços e maior competição.
"...o surgimento de novas tecnologias e a crescente participação de empresas não financeiras na prestação de serviços de pagamento é uma realidade", afirmou Tombini, na abertura do IV Fórum do BC sobre Inclusão Financeira.
Também presente ao evento, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que o projeto de lei vai ser encaminhado ao Congresso ainda neste ano, mas não detalhou quando o serviço entrará em funcionamento. Segundo ele, é possível que seja colocado algum limite de valores nas operações.
"O celular vai ser uma carteira eletrônica", resumiu o ministro, que também afirmou que não está descartada a edição de uma Medida Provisória para tratar do assunto.
Segundo Paulo Bernardo, os novos serviços poderão, entre outros benefícios, permitir que pessoas possam efetuar transferências de dinheiro. Ele comentou que o governo já conversou com bancos e representantes do setor sobre o tema.
"O grande benefício é que as transações serão muito baratas para os usuários", completou o ministro, acrescentando que as tecnologias que serão utilizadas "terão de conversar entre si".

Nanotecnologia revolucionando chips


Largamente usado na produção de chips de computador, o silício pode estar com seus dias de “favorito” contados: pesquisadores estão cada vez mais próximos de criar grandes avanços na eletrônica usando outros materiais – algo essencial, já que a evolução propiciada pelo silício está atingindo seu limite.
Para entender a importância de novos materiais nessa indústria, é preciso lembrar que a capacidade de um chip (que é um dos componentes vitais dos computadores) depende do número de transistores que ele tem; quanto menores eles forem, mais deles caberão no chip.
Há décadas, o silício tem permitido a produção de transistores cada vez menores, mas há um limite chegando; logo, o silício terá de ser substituído para evitar que a evolução dos eletrônicos fique “empacada”.
Recentemente, cientistas da IBM conseguiram produzir um chip “híbrido”, usando silício e nanotubos de carbono. Este material, segundo os pesquisadores, é duplamente promissor, uma vez que poderá permitir não somente a produção de chips com mais transistores, mas também de equipamentos com velocidade de processamento maior.
“Estes dispositivos [transistores de nanotubos de carbono] superam os feitos de qualquer outro material”, destaca Supratik Guha, do Centro de Pesquisa T. J. Watson da IBM (EUA). “Vimos um desempenho cinco ou mais vezes melhor do que o de dispositivos de silício convencionais”.
Usando um processo conhecido como auto-arranjo químico, os cientistas fizeram com que os nanotubos de carbono se organizassem seguindo um padrão específico – a precisão é fundamental para que os chips funcionem. Para aperfeiçoar o procedimento, será necessário usar amostras mais puras de carbono, já que as formas menos puras não conduzem eletricidade tão bem – o que prejudicaria o desempenho dos chips.
Além dos nanotubos de carbono, o grafeno (folha de grafite com um átomo de espessura) com já foi posta nesse blog, também está sendo explorado como possível sucessor do silício. Pesquisadores também buscam aprimorar os chamados transistores de efeito de campo para substituir os convencionais.



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

GRAVAR CONVERSA POR QUALQUER MEIO SEM AUTORIZAÇÃO SERÁ CRIME



A Câmara analisa o Projeto de Lei 4215/12, do deputado Leonardo Gadelha (PSC-PB), que transforma em crime a gravação de conversa, por qualquer meio, sem consentimento dos interlocutores.
A proposta altera a Lei 9.296/96, que regulamenta a interceptação telefônica determinada judicialmente, também conhecida como “grampo”. A pena para gravação de conversa sem consentimento, pelo projeto, é a mesma do grampo ilegal, que é de reclusão de dois a quatro anos e multa.
Segundo o autor da proposta, a gravação de conversas é usada, muitas vezes, para denegrir a imagem, para fazer chantagem ou extorsão. “Tais condutas trazem prejuízos que extrapolam a esfera moral e patrimonial, devendo haver uma punição mais severa”, diz Gadelha.

Fonte -Agência Câmara/AMESE

Maconha é mais nociva do que a cocaína



Na contramão da tendência mundial em favor da liberalização do uso da maconha, pesquisas científicas vêm produzindo evidências cada vez mais concretas de que a droga faz, sim, muito mal à saúde de quem a consome pelo menos uma vez por semana, e principalmente na adolescência.
Em reportagem publicada nesta edição da revista Veja, médicos e estudiosos atacam os argumentos daqueles que defendem a legalização da droga, destacando que a maconha faz mais mal do que o consumo de álcool ou tabaco, para citar apenas dois “vilões” comumente considerados mais nocivos que a cannabis.
Um dos estudos mais abrangentes sobre os males da maconha, realizado por treze renomadas instituições de ensino dos EUA e Nova Zelândia, acompanhou mais de mil voluntários  durante 25 anos, a partir dos 13 anos de idade. Um grupo era formado de fumantes regulares da maconha enquanto outros não fumavam. Quando os pesquisadores compararam os grupos, constataram que os usuários que começaram a fumar na adolescência e mantiveram o hábito até a idade adulta tiveram uma queda significativa do desempenho intelectual – na média, os voluntários deste grupo ficaram 8 pontos abaixo dos não fumantes nos testes de QI. Os fumantes também se saíram pior nos testes de memória, concentração e raciocínio rápido.

De acordo com os pesquisadores, os resultados mostram que, ao contrário do que se pensava, fumar maconha pode comprometer a cognição à longo prazo, impedindo que usuários atinjam todo o seu potencial. A maconha é um facilitador – mas não um componente determinante –  de quadros psicóticos, como esquizofrenia, bipolaridade, depressão aguda e ansiedade, dizem as pesquisas.
Outro estudo recente com adolescentes fumantes contatou que a maconha também pode deflagrar transtornos mentais em pessoas sem histórico familiar dessas doenças. O motivo é que a maconha pode causar danos irreparáveis na função de sinapses que fazem a comunicação entre neurônios do cérebro. O prejuízo pode ser observado mesmo após a suspensão do uso da droga, principalmente naqueles que fazem uso prolongado durante a adolescência, quando o cérebro está em transformação e os mecanismos neurais estão mais vulneráveis.
De acordo com especialistas, a maconha é especialmente nociva porque encontra no cérebro mais receptores capazes de interagir com ela do que outras drogas. Mais até do que a cocaína ou o álcool.
“Nem o álcool, nem a nicotina do tabaco; nem a cocaína, a heroína ou o crack; nenhuma outra droga encontra tantos receptores prontos para interagir com ela no cérebro como a cannabis”, diz um trecho da reportagem.


Leilão de virgens:nada de mais?




O martelo foi batido na última quarta-feira, 24: a virgindade da jovem brasileira Catarina Migliorini, de 20 anos de idade, natural do estado de Santa Catarina, foi leiloada na internet pelos produtores de um reality show australiano para lá de controverso, intitulado Virgins Wanted (algo como “Procura-se virgens”).

Catarina, a virgem, foi arrematada pela bagatela de US$ 780 mil por um japonês que atende pelo pseudônimo de Natsu. Desde o fim do leilão da virgindade de Catarina o site do reality (os produtores preferem chamar a coisa de “documentário”), exibe uma foto de Catarina na praia, de biquíni, sob uma grande etiqueta vermelha com a palavra “sold” (“vendida”), ao lado do nome do comprador e do valor do lance final.



Catarina se inscreveu há dois anos, pela internet, e acabou sendo escolhida como protagonista feminina no reality. Houve também um escolhido, o virgem russo Alexander Stepanov, para ser o virgem masculino à venda, mas este foi arrematado por míseros US$ 3 mil pela compradora (ou comprador) Nene B. — do Brasil, a propósito.

Não se sabe o que Alexander vai fazer com a verba, mas Catarina já disse que pretende usar o dinheiro do programa, com trocadilho, para fazer caridade e bancar os estudos em uma faculdade de Medicina na Argentina.

O ‘progresso’ da troca do hímen por cabras

O “documentário” Virgins Wanted vem gerando reações distintas mundo afora, do moralismo às denúncias às reações de falso moralismo, passando pelos pais da moça dizendo respeitar sua decisão, ainda que não apoiassem exatamente sua aventura midiática-sexual no outro lado do mundo.

Para Rhiannon Lucy Cosslett, colunista do jornal britânico The Guardian, o leilão da virgem brasileira na internet é apenas a versão moderna de uma longa história de comercialização da virgindade feminina. Em artigo publicado no dia seguinte à conclusão do negócio, Rhiannon diz, enfática:

“A ‘decisão comercial’ de Migliorini, como ela própria falou em uma entrevista à imprensa, foi tomada no âmbito de uma estrutura na qual a virgindade das mulheres tem sido tratada como mercadoria ao longo de centenas de anos. Assim, embora tecnicamente ela tenha escolhido vender a sua, todo o sistema que permite que a virgindade feminina esteja à venda já existe há eras. Antes, seu pai trocaria seu hímen por algumas cabras e grãos. Agora, a única diferença é que o papai foi substituído por um novo intermediário, um site australiano pervertido. Isto é progresso, não?”.

‘O pessoal é romântico, ela não’

Mas o melhor comentário sobre as aventuras da virgem brasileira em terras e camas distantes talvez tenha sido o do cineasta José Pedro Goulart em crônica publicada na Terra Magazine:

“A maioria desaprova a decisão da moça de Santa Catarina que decidiu leiloar sua última célula de inocência num evento na Austrália. O pessoal é romântico, ela não”.

O fato a ser consumado é o seguinte: a jovem Catarina vai perder a virgindade daqui a cerca de dez dias em voo fretado que fará a rota Austrália-EUA. Sim, no ar, para não haver problemas com legislações sobre prostituição de países quaisquer. As câmeras vão só até a porta do avião.

Por que só daqui a dez dias? Para que o homem que arrematou a virgindade de Catarina tenha tempo de fazer todos os exames para provar que não tem qualquer doença sexualmente transmissível, porque, muito românticas e instrutivas, as regras do reality preveem que a relação sexual acontecerá sem o uso de preservativo.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Pesquisa mostra que 89% da população é a favor de aumentar a maioridade penal


   
Enquanto o Brasil assiste ao julgamento do mensalão, o Senado divulgou o resultado de uma pesquisa realizada pela sua Secretaria de Opinião Pública indicando que 89% da população é a favor de aumentar a maioridade penal. Divulgado hoje (23.out.2012), o estudo foi realizado por telefone com 1.232 pessoas de 119 municípios, incluindo todas as capitais. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Os dados mostram que 20% dos brasileiros acham que a lei deveria permitir a prisão das pessoas a qualquer idade. Outros 16% acham que a maioridade penal deveria começar aos 12 anos. Para 18%, isso deveria ocorrer aos 14 anos. E 35% disseram que 16 anos é a idade mínima que alguém deve ter para ir preso. Só 7% concordam com a atual regra, que estabelece a maioridade penal a partir dos 18 anos. Deram outras respostas 3% dos entrevistados e 1% não soube ou não quis responder.

A pesquisa foi feita porque os senadores estão analisando um projeto de mudanças para o Código Penal, o PLS 236/2012. Outras perguntas também foram feitas aos entrevistados.

Os resultados mostram também que 50% da população acham que o limite de 30 anos de prisão deveria aumentar. O tempo máximo de reclusão deveria ser de 40 anos (para 9% dos entrevistados), 50 anos (para 36%) ou não ter limite (para 5%). A atual regra está correta para 17%. Mas 8% acham que deveria diminuir para 20 anos e 9%, para 10 anos. Outras respostas foram dadas por 6% e 9% não souberam ou não responderam à questão.

DROGAS
Sobre drogas, o estudo aponta 89% da população a favor da que a lei proíba que uma pessoa produza e guarde drogas para consumo próprio. Só 9% concordaram a permissão. E 1% não soube ou não quis responder à pergunta.

ABORTO      
A maioria das pessoas (82%) é contra o aborto quando o procedimento é adotado porque a mulher não deseja o filho. Mas a maioria fica a favor do aborto quando a gravidez coloca a vida da mulher em risco (74%), é causada por estupro (78%) ou quando o bebê possa morrer após o nascimento por conta de doença (67%).

Advogado-geral da União pode ser em breve indicado para uma das duas vagas no Supremo



O advogado-geral da União, Luís Adams, caiu no gosto da presidente Dilma e pode ser em breve indicado para uma das duas vagas no STF. Ayres de Britto se aposenta em novembro e Celso de Mello pretende sair em fevereiro, apesar de poder ficar até 2015. A presidente tem sido aconselhada por ministros do Supremo a indicar também uma mulher, de perfil tributarista e do Nordeste. É que pelo menos 30% dos processos na corte são de viés tributário e Ayres é o único representante da região no tribunal.
Subindo

Beto Vasconcelos, atualmente na Casa Civil e queridinho da presidente, vai para a AGU tão logo Adams seja indicado.

Pesquisa coloca a torcida do Santa no top100 mundial de média de público




A média de público do Santa Cruz há muito chama a atenção do Brasil e do Mundo. E nesta terça-feira voltou a ficar em evidência. Uma pesquisa divulgada pela Pluri Consultoria colocou o Tricolor na lista dos 100 clubes com a maior média de público do mundo. Com destaque: na 39ª colocação, sendo o primeiro entre os brasileiros a surgir na relação, à frente de Corinthians (65º) e Bahia (100º).


      Os números são referentes à temporada 2011. E um detalhe chama ainda mais a atenção para o Santa Cruz, que teve a média de 36,9 mil torcedores por jogo. Do top100, o time coral é o único fora da primeira e segunda divisões do Nacional. Na verdade, os números referem-se a campanha vitoriosa - e sofrida - do acesso à Série C. Dos outros 99, cinco pertencem à Segunda Divisão da Inglaterra, quatro da Segundona alemã, e um da espanhola. Os demais 89 são da elite nacional.



      A pesquisa faz parte do estudo “Por que estádios tão vazios?”, realizada pela Pluri, e considerou apenas os campeonatos nacionais. A grande campeã é a Europa. Mas o título de maior média não ficou na Espanha, Inglaterra ou Itália. O Borussia Dortmund, da Alemanha, foi o clube quem mais levou torcedores ao seu estádio na competição nacional, com uma incrível média de 80,6 mil. Detalhe: o índice corresponde a 100% da lotação - ingressos, inclusive, vendidos de forma antecipada.



O top 10

1 - Borussia Dortmund (Alemanha) - Média de público: 80.552/ Ocupação: 100%



2 - Manchester United (Old Trafford) - Média de público: 75.387/Ocupação: 99%



3 - Barcelona (Camp Nou) - Média de público: 74.582/ Ocupação: 75% 



4 - Real Madri (Santiago Bernabéu) - Média de público: 72.316/ Ocupação: 90%



5 - Bayern Munique (Allianz-Arena) - Média de público: 69.053/ Ocupação: 100%



6 - Schalke 04 (Veltins-Arena) - Média de público: 61.218/ Ocupação: 99%



7 - Arsenal (Emirates Stadium) - Média de público: 60.00/ Ocupação: 99%



8 - Stuttgart (Mercedes-BenzArena) - Média de público: 60.441/ Ocupação: 90%



9 - America México (Estadio Azteca) - Média de público: 53.750/ Ocupação: 51%



10 - Hertha BSC (Olympiastadio)- Média de público: 53.449/ Ocupação: 72% 
39 - Santa Cruz (Arruda) - Média de público: 36.916/ Ocupação:59%



65 - Corinthians (Pacaembu) - Média de público: 29.424./ Ocupação: 73%



100 - Bahia (Pituaçu) - Média de público: 22.741/ Ocupação: 71%

Ouro colorido




Quem disse que ouro precisa ser necessariamente dourado? Depois de fazer modificações em escala nanométrica (1 nanômetro = a bilionésima parte de 1 metro), cientistas da Universidade de Southampton (Reino Unido) alteraram a cor de amostras de ouro.
A técnica envolve fazer pequenas saliências para mudar a forma como o material reflete a luz, e pode ser aplicada em outros metais, como prata e alumínio. “É a primeira vez que a cor visível de um metal é alterada dessa forma”, destaca o pesquisador Nikolay Zheludev.
A luz branca é composta por diversas ondas eletromagnéticas, cada uma com uma cor. Quando um objeto é atingido, ele absorve determinadas ondas e reflete outras, que são percebidas por nós. Por exemplo, se um tecido reflete luz azul e absorve as outras, nós o enxergamos azul.
“Este é o princípio fundamental que exploramos neste projeto. Ao criar em metais saliências com dimensões de cerca de 100 nanômetros, nós percebemos que é possível controlar quais comprimentos de onda de luz o metal absorve e quais ele reflete”, explica.
Zheludev e sua equipe pretendem vender a técnica, que poderia ser usada na confecção de joias, por exemplo. Outra possibilidade seria incorporar em documentos amostras de metal com cor modificada, dificultando a falsificação.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Marinha do Brasil:novo navio oceanográfico



O Brasil contará, a partir do próximo ano, com um dos mais modernos navios de pesquisas oceanográficas do mundo. Com a embarcação, avaliada em R$ 162 milhões, será possível aumentar o volume de informações sobre recursos minerais e biológicos na chamada Amazônia Azul, como é conhecida a zona econômica exclusiva do mar brasileiro, com 3,6 milhões de quilômetros quadrados. Com isso, o país contará com três navios oceanográficos de grande porte.
O valor do navio, que está sendo construído em Cingapura, foi dividido entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Petrobras, a Marinha e a Vale. O acordo de cooperação foi assinado nessa segunda-feira (22) e contou com a presença do ministro Marco Antonio Raupp.
“É uma plataforma científica e tecnológica importante para fazer levantamento, explorar, ter conhecimento sobre o mar e a geologia do fundo do mar. Exploração mineral, de petróleo, tudo sob o desafio da sustentabilidade, sem destruir os recursos naturais. Para termos sucesso como potência ambiental, só poderemos fazer isso com conhecimento”, disse Raupp.

PAULO AFONSO
CIDADE DAS ÁGUAS



Esse final de semana passei na cidade de Paulo Afonso, no nosso Estado vizinho Bahia, mais ou menos 500 km de Recife. Com suas largas avenidas e ruas limpas, é de chamar a atenção, considerada uma das cidades mais limpas do Nordeste.
Com aproximadamente 150 000 habitantes, faz divisa com os Estados de Pernambuco, Bahia e Alagoas. Atualmente, o local está ilhado pelo rio São Francisco e muitas comportas, construído pela companhia Chesf, considerando assim o lugar como uma "ilha construída pelo homem". É uma cidade abençoada por sua riqueza fluviátil; Paulo Afonso é a cidade das águas.
Aconselho aos visitantes não deixarem de fazer o passeio de catamarã, além é claro visitar as cachoeiras. É inolvidável.
Veja algumas fotos e vídeo:







































































Processando vídeo...
 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//