Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 1 de setembro de 2012

CONSERVA OU MUDAR?

Ao longo da caminhada cristã, ficamos presos a certas normas e abandonamos outras. Conservamos as que presumimos serem as melhores, as fundamentadas no evangelho,e abandonamos aquelas que já caducaram e não dizem mais nada aos dias atuais.
Nem sempre é fácil fazer a escolha mais acertada. Muitas vezes nos agarramos à “doutrina tradicional da lgreja”, mas esquecemos a fundamentação bíblica ou descuramos do dever de nos adequar aos novos tempos. O Vaticano II foi a grande janela que se abriu no século passado, mostrando a nacessidade de adequação.Uma tradição só é válida se nos ajuda a observar os mandamentos, ou seja,a viver intensamente o projeto de Jesus.
Nossas tradições - que nós criamas — servem para “disfarçar nossa pervercidade” ou nos ajudam a manter o coração unido a Deus e aos irmãos? Ainda hoje encontramos, no seio das comunidades, “fariseus” e “legisladores” que pretendem ditar normas de conduta ou ficam presos a certas leis já superadas e esquecem o fundamental e irrevogável: o amor a Deus e ao próximo.
O farisaismo não é privilégio do passado, mas tentação a nos ameaçar continuamente. Não estamo livres das pragas que mancham a igreja: o legalismo, o preconceito, a exterioriade; um cristianismo meramente ritualista e superficial ; maior preocupação em obedecer passivamente às normas recebidas do que em dar uma resposta pessoal e comprometida aos chamados de Deus e aos apelos dos irmãos.
Ser fiel observante de ‘regrinhas’ dá a sensação de dever cumprido e até de prestígio diante de Deus. Isso é muito mais fácil do que construir a própria vida no amor e na liberdade de filhos e filhas de Deus, disponíveis para as necessidades do próximo. O amor para com Deus e com os irmãos não tem regras predeterminadas. Não podemos esquecer que a verdadeira religião passa pelo próximo. A religião pura e santa aos olhos de Deus é esta: assistir órfãos e viúvas, isto é; as pessoas excluidas, renegadas pela sociedade. Não difícil descobrir onde estão os “órfãos e as viúvas” de nossa sociedade.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//