Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Campus Party Recife


Foi anunciada, oficialmente nesta semana, a Campus Party Recife. Será a primeira vez que o evento ocorre fora de São Paulo e promete manter suas características de centro de atração de jovens cabeças pensantes em busca de novos conteúdos. Entre as atrações já confirmadas estão Bel Pesce, brasileira de 24 anos que é sucesso no Vale do Silício, o engenheiro Mike Comberiate e seu "acampamento robótico" e o bioartista Eduardo Kac.
A feira ocorrerá de 26 a 30 de julho, com quatro pilares temáticos: inovação, empreendedorismo, sustentabilidade e inclusão digital. De acordo com a organização, a área de exposição deve receber 60 mil pessoas, além das 2 mil vagas para os campuseiros com suas barracas e equipamentos.
Entre os destaques está Bel Pesce, a brasileira de 24 anos que se graduou em cinco cursos no Massachusetts Institute of Technology (MIT), trabalhou em empresas como Google, Microsoft e Deutsche Bank e saiu delas para colocar todas as fichas na sua própria empresa, a Lemon. Bel Pesce também escreveu e lançou, via download gratuito, o livro A menina do Vale, e deverá falar sobre empreendedorismo, sonhos e persistência.
Outra atração é o engenheiro Mike Comberiate, que vai apresentar seu projeto "Engeneering Boot Camp", iniciado na Agência Espacial Norte-americana e que obteve resultados exitosos com programas para controle de robôs. Comberiate terá palestra no palco principal e montará um acampamento de robótica, para uma maratona de desenvolvimento de softwares e aprimoramento de hardware para o Lidar 3D.
Também confirmou presença o artista Eduardo Kac, que une biotecnologia com arte e ficou conhecido ao apresentar o coelho fosforescente, além de ser o primeiro homem a ter um microchip implantado no próprio corpo. Carioca radicado na terra do Tio Sam, falará sobre sua arte transgênica e sobre as novas trilhas que a arte contemporânea poderá criar.
As atrações fazem parte do leque de interesses para o evento, mas como o presidente da Telefônica, Antônio Carlos Valente, fez questão de frisar, os campuseiros são motivados pela infraestrutura de banda larga superior. Os acampados no Centro de Convenções de Pernambuco e o Chevrolet Hall vão contar com 5 Gbps, velocidade inferior aos 20 Gbps oferecidos na edição paulistana do evento.
A banda larga, no entanto, vai elevar em 50% a capacidade de oferta da operadora entre os Estados da região, de Alagoas até o Piauí. "Vale dizer que faz parte da mística da Campus Party aumentar a velocidade a cada evento", prometeu.
Outras máximas estarão garantidas, como a plataforma online que recebe sugestão de temas a serem apresentados na programação e a organização em três grandes espaços: Arena, camping e Zona Expo. Na primeira, ocorrem as interações, atividades, oficinas e palestras, é a área do conteúdo. A área com barracas tem, além disso, a infraestrutura necessária para esse tipo de hospedagem. A Zona Expo será aberta ao público e planeja-se a atração de 3 mil pessoas para o mundo digital, além de outras atividades de inclusão digital.
A Arena será dividida em cinco palcos, três deles com nomes de grandes pensadores, e o Stadium. O cenário principal receberá as palestras consideradas as grandes atrações, com destaque ao Campus Fórum, que tratará dos desafios da internet brasileira, necessidade de regulação, empreendedorismo e, também, sustentabilidade.
O espaço Stadium será conectado ao entretenimento digital, games, simulares, consoles e para onde caminham as maiores franquias do mercado. O pontapé inicial para os debates é a "gameficação" do mundo, com usos na educação, treinamento e nos dispositivos móveis. Outro momento esperado é o das competições para Xbox 360 e PC com games clássicos, como Mortal Kombat 9, Super Street Fighter Arcade Edition, Fifa 12 e Call of Duty, entre ooutros.
O cenário Galileu terá robótica, astronomia, nanotecnologoia, hacking, biohacking, biotecnologia e hardware. Será o espaço dedicado ao desconhecido, às novas tecnologias. A área Michelangelo será aberta à música, design, fotografia, vídeo e redes sociais. Temas como webcelebridades, Instagram e sucessos virais encontrarão acolhida nessa área, prevista para ser o polo de cultura da Campus Party Recife.
O espaço Pitágoras terá como foco o desenvolvimento de programas, sistemas, redes e segurança. Novas tecnologias como a última versão do protocolo da internet, o IPv6, o HTML5 e Drupal serão debatidas.

Sobre a Campus Party


O evento foi criado na Espanha, em 1997, e se transformou em um grande acontecimento de tecnologia e cultura digital. Os campuseis, como são conhecidos, são estudantes, hackers, fãs de tecnologia que se mudam para o evento com seus computadores. A feira começou a ser internacionalizada a partir de 2008, com as edições no Brasil, Colômbia, México e Equador. A posição geográfica do Recife, que favorece a atração de negócios, também explica a escolha da cidade como cenário do próximo evento.
O anúncio da Campus Party Recife contou com a presença do fundador da Campus Party Paco Ragageles, do presidente do grupo Telefônica, Antônio Carlos Valente, do diretor da Futura Networks Mario Teza, além dos secretários de Ciência e Tecnologia do Recife e do governo de Pernambuco.
As inscrições, os valores dos ingressos e outras informações sobre a Campus Party Recife, como atrações ainda não anunciadas, estarão disponíveis no site recife.campus-party.org.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//