Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Nanotecnologia: objetos do seu cotidiano que usam nanotecnologia

Sempre que falamos de nanotecnologia, a primeira imagem que nos vem à mente é a de robôs minúsculos ou outros materiais de alta tecnologia usados pela NASA. Porém, existem muitos outros objetos que também usam os compostos produzidos em escala nanométrica, sendo que boa parte deles pode até ser encontrada em casa.

Band-Aid


Uma boa parcela da eficiência da bandagem mais utilizada no mundo se deve à nanotecnologia. Os Band-Aids têm uma nanocamada de prata que ajuda a aumentar área de contato com a sua pele e, com isso, a sua ação antibactericida.

Creme dental

Além de manter seus dentes limpos e sua boca saudável, a maioria dos cremes dentais conta com um agente que ajuda muito na longevidade dos seus dentes. Trata-se de um nanocomposto de hidroxiapatita, uma camada de fosfato de cálcio cristalino que preenche as pequenas cavidades dos seus dentes e ajuda na prevenção das rachaduras que podem aparecer com tempo.


Bolas de tênis


A nanotecnologia também é responsável por fazer as bolinhas amarelas quicarem mais durante as partidas de tênis. Isso porque o núcleo de borracha delas é feito de um material semipermeável, fazendo com que percam ar com o tempo. Pensando nesse problema, a Wilson resolveu “blindar” os núcleos com um material feito de nanoargila, tornando as bolas mais eficientes ao manter o ar preso em seu interior.

Tintura de automóveis



Como ninguém gosta de ver riscos na lataria do seu carro, a Mercedes desenvolveu uma tintura especial composta por nanobolhas de tinta. Essas bolhas são rompidas juntamente com qualquer dano provocado à pintura e liberam partículas de tinta que preenchem as lacunas automaticamente.


Filtro solar

O principal ingrediente que dá ao filtro solar o seu poder de bloquear a luz ultravioleta é o óxido de alumínio. Porém, este componente também tem a desvantagem de se desgastar à medida que entra em contato com outros tipos específicos de moléculas, como o suor da sua pele.

Entretanto, basta que os fabricantes adicionem uma nanoemulsão para fazer com que o creme se torne hidrofóbico, podendo durar muito mais tempo mesmo depois de entrar em contato com sua pele com a água do mar.


Preservativos


Impedir a disseminação de doenças sexualmente transmissíveis é uma das principais preocupações do século XXI. A nanotecnologia também tem sido uma aliada nesta área, com uma espuma de nanopartículas de prata que ajudam a destruir as bactérias que entram em contato com o preservativo.


Para-choques automotivos

Um novo nanomaterial empregado recentemente pela General Motors e pela Toyota também está ajudando proteger mais os veículos ao mesmo tempo em que economiza combustível.




Trata-se de um nanocomposto plástico usado principalmente nos para-choques, deixando-os mais resistentes e ainda mais leves se comparados aos fabricados com materiais comuns. A NASA e outras agências espaciais também estudam usar o novo material na composição das naves que entram em órbita, permitindo que levem ainda mais material em direção ao espaço.


Secadores de cabelos

Diferente do que você pensa instituições brasileiras também estão na vanguarda do desenvolvimento da nanotecnologia. Uma pesquisa do INCTMN (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia) resultou em um nanomaterial de óxido de titânio e partículas de prata que deixa os secadores de cabelos muito mais higiênicos.




A tecnologia funciona de maneira similar à do nanocomposto usado nos preservativos, com um revestimento de partículas de prata que age como um bactericida no interior do secador. O material ajuda a manter o seu cabelo livre de bactérias e outras impurezas, limpando parte desses agentes nocivos presentes no ar antes de soprá-los em direção à sua pele.


Bebedouros


Já a Nanox Tecnologia, outra instituição brasileira, usou o mesmo princípio antibactericida em um nanomaterial para bebedouros. O nanocomposto de sulfato de titânio age como um exterminador de micróbios e é aplicado no interior do reservatório de água. Dessa forma, existe uma maior garantia de que a água que já foi filtrada não vai voltar a se contaminar enquanto estiver parada dentro do bebedouro.





Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//