Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Tecnologia: tetraplégico pode dirigir usando sensor na língua

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos Estados Unidos, criaram um dispositivo usado dentro da boca que permite a tetraplégicos conduzir um carro e outros objetos. Isso acontece por meio de um sistema de sensores colocados sob a arcada dentária. As informações são da TV norte-americana MSNBC.
O mesmo dispositivo está sendo estudado para ser introduzido ao iPhone e mesmo em piercing usado na língua. Com ele, o lesionado medular poderá ainda conduzir uma cadeira de rodas ou controlar um mouse de computador.
A descoberta tem como objetivo melhorar a vida das pessoas com alto nível de lesões na medula espinhal e é considerada uma grande atualização do sistema de movimentação chamado Língua (Tongue, em inglês) em desenvolvimento no Instituto de Tecnologia da Geórgia.
Uma espécie de molde dental contém sensores de campo magnético montados nos quatro cantos da arcada, que detectam o movimento de um ímã minúsculo ligado a língua do usuário. O sistema pode interpretar sete movimentos da língua para conduzir uma cadeira de rodas ou navegar pela internet.
Sinais do sensor localizado dentro da boca são transmitidos para um iPhone ou para um software de um iPod que interpreta os comandos da língua através da posição do ímã. O aparelho da Apple está ligado à cadeira de rodas usando uma interface personalizada.
Testes preliminares indicaram um aumento da sensibilidade do novo sistema que pode abrir as portas para comandos adicionais. A equipe recrutou 11 pessoas com alto nível de lesões na coluna vertebral para testar o sistema. Cada um tinha seu piercing na língua e lhes foi dado um ímã minúsculo embutido na esfera superior.
"Os usuários têm sido capazes de aprender a usar o sistema, mover o cursor do computador mais rápido e com mais precisão, e manobrar a pista de obstáculos mais rápido e com menos colisões", diz Maysam Ghovanloo, engenheiro do Instituto de Tecnologia da Geórgia.


Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//