Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Cinema do Tacaruna (bagunça, lixo, insegurança...)




Boa noite

Estive ontem à noite no Tacaruna para assistir ao filme Tropa de Elite, às 21:20h, com minha esposa, um casal de amigos (cuja esposa do meu amigo estava acompanhada do irmão, que é deficiente físico).

Vou relatar passo a passo as ocorrências:



1) Logo após comprarmos os ingressos, notamos que as escadas rolantes não estava funcionando. Minha esposa está gestante e, segundo prescrição médica, não pode fazer esforços como subir escadas. Aguardamos um pouco e as escadas voltaram a funcionar, possibilitando nosso acesso aos cinemas;



2) Ao termos acesso aos corredores que levam às salas, observamos dois rapazes entrando sem que tivessem comprado bilhetes. Eram "penetras" e que tinham características de pessoas de baixo poder aquisitivo (ou poderiam ser marginais, assaltantes etc). Procuramos denunciá-los, mas não havia funcionário que resolvesse a situação. Estávamos expostos a qualquer tipo de situação!



3) Ao entrarmos na sala 6 ou 7, se não me engano, vimos cadeiras sujas, lixo espalhado entre as cadeiras e corredores e um mal cheiro horrível. Um lugar com estado deplorável para quem busca um momento de lazer.



4) Ao final do filme, minha esposa precisava ir ao banheiro (já que grávidas, notoriamente, têm maior necessidade de ir ao banheiro), mas, ao se dirigir ao banheiro feminino, ela encontrou o banheiro às escuras, com TODAS AS LUZES APAGADAS. Afora isso, havia uma movimentação estranha, com várias pessoas entrando e saindo, inclusive homens.



5) O pior ainda estava por vir! Com a necessidade urgente de ir ao banheiro, tivemos que nos dirigir aos banheiros do andar de baixo, ao lado da praça de alimentação. Porém, mais uma vez, AS ESCADAS ROLANTES ESTAVAM PARADAS! O agravante, nesse caso, foi que NÃO HAVIA NENHUM FUNCIONÁRIO QUE PUDESSE NOS AJUDAR!



6) Nos vendo em situação sem solução, fomos obrigados a descer pela escada. Minha esposa (gestante) e o irmão da nossa amiga (deficiente físico) também foram obrigados a descer.



7) Procurei um funcionário e só encontrei um ao lado da praça de alimentação. Já era arde demais! Encontrei mais outro, quando pagava o estacionamento, o qual disse que não poderia fazer nada e me orientou a entrar em contato pelo site.



8) Como podem cerca de cem pessoas ficarem "presas" num lugar, sem poder utilizar as escadas rolantes nem banheiros? Isso é um desrespeito para com o cliente!



Diante de tantos absurdos de descaso com o cliente, venho através deste PROTESTAR contra o Tacaruna, esse grande e importante centro de compras da nossa capital, que, ao meu ver, PRECISA RESPEITAR MAIS SEUS CLIENTES, principalmente nos casos especiais de gestantes e deficientes físicos.



O que ocorreu ontem poderia ter sido muito pior!



Espero que, através deste relato, alguma iniciativa seja tomada para evitar novos acontecimentos desagradáveis como esse!

Por claudio alipio

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//