Redes Social



twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemailhttps://www.wowapp.com/w/andrecafe/joinhttps://www.instagram.com/andrecafee/

sábado, 24 de abril de 2010

Conheça mais sobre a Medalha de São Bento

A Medalha de São Bento foi examinada e aprovada pela Igreja. Ela reúne a força triunfante da Santa Cruz, que nos salvou, à recordação de São Bento, um dos mais ilustres servidores de Deus.
A honra de figurar na mesma medalha com a imagem da Santa Cruz foi concedida a São Bento, com a finalidade de indicar a eficácia que aquele sagrado sinal teve em suas mãos.
São Gregório Magno, que escreveu a vida do Patriarca São Bento, o representa repelindo, com o sinal da Cruz, as suas próprias tentações, e reduzindo a cacos, com o mesmo sinal feito sobre a bebida envenenada, o cálice que a continha.
Os caracteres que se lêem na medalha
Além da imagem da Cruz e da de São bento, a medalha traz ainda certo número de letras, cada uma das quais representa uma palavra latina.
As letras acham-se dispostas na face da medalha em que está representada a Santa Cruz. Examinemos, em primeiro lugar, as quatro letras colocadas entre as hastes da referida Cruz:
C   S
P  B
Significam: Crux Sancti Patris Benedicti; em português, Cruz do Santo Padre Bento.
Na linha vertical da Cruz, lê-se:
C
S
S
M
L
O que quer dizer: Crux sacra sit mihi lux; em português, A cruz sagrada seja a minha luz.
Na linha horizontal da mesma Cruz, lê-se:
N. D. S. M. D.
O que significa: Non draco sit mihi dux; em português: Não seja o dragão o meu chefe.
Reunindo essas duas linhas forma-se um verso latino, pelo qual o cristão exprime sua confiança na Santa Cruz e sua resistência ao jugo que o demônio lhe quereria impor.
Em redor da medalha existe uma inscrição mais extensa, a qual em primeiro lugar apresenta o santíssimo Nome de Jesus, expresso pelas iniciais bem conhecidas: I.H.S.  A fé e a experiência nos certificam a onipotência desse nome divino. Vem depois, da direita para a esquerda, as seguintes letras:
V.R.S.N.S.M.V.S.M.Q.L.I.V.B
Essas iniciais representam os dois versos que se seguem:
Vade reto satana; nunquam suade mihi vana: Sunt mala quae libas; ipse venena bibas.
Em português: Afasta-te, satanás, nunca me aconselhes as tuas vaidades, a bebida que ofereces é o mal; bebe tu mesmo os teus venenos.
Tais palavras foram ditas por São Bento: as do primeiro verso, por ocasião da tentação que sentiu e sobre a qual triunfou fazendo o sinal da Cruz; as do segundo verso, no momento em que seus inimigos lhe davam uma bebida envenenada, que ele descobriu benzendo como sinal da cruz sobre o cálice que a continha.
O próprio Jesus Cristo Nosso Senhor santificou as palavras “Afasta-te Satanás” e seu poder é real, uma vez que nos é assegurado pelo próprio Evangelho.
As vaidades que o demônio nos aconselha são as desobediências à lei de Deus, as pompas e as falsas máximas do mundo. A bebida que o anjo de trevas nos apresenta é o pecado, que dá morte à alma. Em vez de aceitá-la, devolvamos a ele tão funesto presente, já que ele mesmo o escolheu como sua herança.

Nenhum comentário:

 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA
//